Publicidade

Padre Robson gravou um video e diz que se afastou da Afipe para colaborar e provar que não desviou doações: ‘Sempre carreguei cruzes’, veja o video.

Postado em 23/08/2020 0:00

O padre Robson de Oliveira Pereira, de 46 anos, investigado por suspeita de usar dinheiro de doações de fiéis para comprar casa na praia, fazendas e outros itens de luxo, gravou um vídeo em sua rede social negando qualquer crime. Ele afirmou que se afastou da Associação Filhos do Pai Eterno (Afipe), que cuida do Santuário Basílica de Trindade, para colaborar com as investigações do Ministério Público (assista).

“Sempre estive e continuo à disposição do Ministério Público. Por isso, esse meu pedido de afastamento vai me permitir colaborar com as apurações da melhor forma e com total transparência para que seja confirmado que toda doação que fazemos ao Pai Eterno – terços rezados, o dinheiro doado, tempo, carinho, trabalho empregado na evangelização – foi toda, repito, toda empregada na própria associação Afipe em favor da evangelização”, disse no vídeo.

“Meu coração está sereno e confiante de que tudo será esclarecido o mais breve possível. Nesse momento de provação, eu tenho certeza de que essa obra não vai ser abalada, porque Deus é nosso pai e nunca desampara seus filhos”, completou o padre na gravação.

Em sua última publicação em um perfil na web, há dois dias, seguidores do padre deixaram mensagens nesta sexta-feira (21), dia em que a operação foi deflagrada, questionando a veracidade das denúncias e relatando tristeza em relação ao caso. Popular nas redes sociais, padre Robson tem, atualmente, 761 mil seguidores.

Após o surgimento das críticas e questionamentos, padre Robson limitou os comentários em suas publicações. Desde o início deste sábado (22), não é possível deixar mensagens em sua conta em uma rede social.

View this post on Instagram

🙏🏼 #Repost @arquidiocesedegoiania • • • • • • Carta aos devotos do Divino Pai Eterno

A post shared by DivinoPaiEterno_TRINDADE (@divinopaieterno_oficial) on

Padre celebridade de goiás é investigado por lavagem de dinheiro. Entenda como era feito.

Novas informações: Padre é suspeito de roubar R$ 60 MILHÕES doado pelos fieis, ele comprou casa de luxo na Praia de Guarajuba, na Bahia

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!