fbpx
Pular para o conteúdo
  • Home
  • Itaúna
  • Parceria garante redução no valor da passagem em Itaúna

Parceria garante redução no valor da passagem em Itaúna

passagem, que hoje custa R$ 5, para R$4,50 a partir do próximo sábado, 2 de setembro
passagem, que hoje custa R$ 5, para R$4,50 a partir do próximo sábado, 2 de setembro

O prefeito de Itaúna Neider Moreira, realizou uma reunião com os vereadores Nesvalcir Gonçalves, Alexandre Campos, Edênia Alcântara, Giordane Alberto, Gleison Fernandes, Joselito Gonçalves, Lacimar Cezário, Leonardo Alves e Silvano Gomes, para explanar acerca do projeto de subsídio para a empresa Viasul, que chegou ao legislativo.

Diante do acordado entre os parlamentares e o prefeito o compromisso de redução do valor tarifário da passagem e melhorias no transporte público em Itaúna, mediante à aprovação do projeto. No mês de março desse ano foi realizada a contratação do Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais – CEFET-MG, para fazer um estudo do contrato do transporte coletivo da cidade desde o início até agora, por meio da Gerência Superior de Trânsito e Transportes. Isso se deu porque a empresa Viasul pediu o reequilíbrio do contrato.

Diante do estudo realizado, demostrou-se que o município precisa fazer um aporte financeiro, algo em torno de R$27.000.000 (Vinte e sete milhões), parte em reequilíbrio financeiro, parte em subsídio para manter o congelamento da tarifa até o mês de dezembro de 2024 para isso, foi necessário o envio do projeto de subsídio à empresa Viasul à Câmara Municipal de Itaúna. “Diante das reivindicações feitas pelos vereadores presentes, com o estudo realizado pelo CEFET-MG, e com o compromisso dos parlamentares na aprovação desse projeto, nos temos a oportunidade de anunciar a redução da tarifa para R$4,50, além de melhorias. Isso faz bem para a cidade, a população, dinamiza a economia e incorpora mais usuários ao transporte coletivo, que é o que precisamos nesse momento. Meu interesse, desde que encaminhei esse projeto à câmara, sempre foi para que não houvesse o aumento”, finaliza o prefeito Neider Moreira.