Publicidade

Falsos policiais civis são presos depois de sequestro e roubo em JF

Postado em 15/08/2020 17:49

A ação criminosa ocorreu na tarde de sexta-feira (14), quando um jovem, 21, e uma garota, 18, caminhavam pela Avenida Francisco Valadares, altura do Bairro Furtado de Menezes, Zona Sudeste de Juiz de Fora. Segundo o registro policial, os dois contaram aos policiais que foram abordados pela falsa dupla de policiais civis por volta das 15h, quando eles passavam por um viaduto.

Segundo o relato das vítimas, a dupla de criminosos usava camisas e distintivos da Polícia Civil, o homem ainda estava portando uma pistola cromada. Os falsos policiais teriam dito aos dois jovens que ambos eram suspeitos e estariam sob investigação, sendo monitorados por drone, porque frequentavam muito um escadão do bairro, que seria ponto de tráfico de drogas.

Em seguida, conforme os relatos das vítima à PM, os criminosos fizeram uma falsa prisão em flagrante, obrigando o casal a entrar em um carro. A dupla disse os jovens que estava indo para a delegacia e a todo momento perguntava sobre tráfico de drogas. Porém, ao invés de seguirem para a unidade policial, os falsos policiais levaram as vítima até uma estrada vicinal nas proximidades do Bairro Miguel Marinho, Zona Norte.

No local, de acordo com a PM, as vítimas disseram que foram retiradas do carro e obrigadas a ficar de costas. Mediante alegação de que não conseguiram apreender nada durante o dia todo, os falsos policiais afirmaram que “iriam fazer valer o dia de trabalho”, e o homem engatilhou a arma. As vítimas ficaram durante um tempo no local, depois, segundo o documento policial, foram colocadas no carro e levadas até um posto de combustíveis que fica às margens da BR-040, altura do Bairro Barreira do Triunfo, também na região Norte.

No estabelecimento comercial, a suspeita desembarcou com o jovem e o obrigou a ir até um caixa eletrônico. Ele foi obrigado também a retirar seu extrato para ela conferir quanto ele tinha em dinheiro e, em seguida, o rapaz sacou R$ 150 e voltou para o carro.

Segundo a PM, a dupla de falsos policiais civis seguiu com as vítimas até o Distrito Industrial, região Norte, onde fizeram ameaças, fotografaram os rostos do jovem e da moça e os mandaram descer do automóvel. A dupla fugiu em seguida levando os celulares do casal.

As vítima conseguiram acionar a PM. Os militares foram até o posto de combustíveis e pegaram as imagens das câmeras. As filmagens flagraram a placa do carro dos suspeitos e também o rosto da mulher. Os militares verificaram que o carro era alugado, fizeram contato com a empresa e pegaram os dados do cliente.

Em seguida, conforme a PM, a equipe policial seguiu para o endereço do homem, no Bairro Santo Antônio, Zona Leste, onde foram informados que ele havia se mudado para o Bairro Nova Era, região Norte. Neste endereço, os militares viram o carro usado na ação criminosa estacionado em frente ao imóvel do suspeito.

Eles fizeram um cerco na casa e foram atendidos pela mulher. O homem se entregou depois de algum tempo e confessou o crime. Ele disse aos policiais que teria cometido o crime para conseguir dinheiro para abastecer o carro alugado, com o qual trabalharia como motorista de aplicativo. O suspeito entregou arma usada no crime, que era um simulacro de pistola, e a camisa da Polícia Civil. Ele e sua comparsa foram presos em flagrante e levados para a delegacia.

O post Falsos policiais civis são presos depois de sequestro e roubo apareceu primeiro em Tribuna de Minas.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!