QUER TRABALHAR COM APLICATIVO DE ENTREGAS? CONHEÇA AS OPÇÕES!

Postado em 25/05/2020 7:39

Por conta disso, elaboramos este post especial aos nossos leitores que consideram trabalhar com aplicativo de entrega, uma das inúmeras novidades que surgiram com a gig economy.

Para tanto, reunimos os principais apps do momento, que compartilham da mesma filosofia de trabalho, permitindo que você determine sua renda em função do esforço aplicado. Apesar disso, as opções contam com algumas particularidades, seja na remuneração, na área de atuação ou nos itens trabalhados. Confira!

A POSSIBILIDADE DE TRABALHAR COM APLICATIVO DE ENTREGA

Antes de entender essa nova alternativa, é bacana discutir a famosa gig economy, ou economia freelancer. Esse é um conceito que tem revolucionado os mercados financeiros em todo o mundo, surfando na mesma onda causada pelas grandes empresas de tecnologia.

O trabalho freelancer é uma prestação de serviços autônoma, que não estabelece vínculo empregatício entre o contratante e o contratado. Por conta disso, todo o processo é simplificado na ausência de burocracias e tributações, facilitando uma relação mais direta entre as duas partes.

O resultado é uma remuneração mais alta para o contratado e mais lucrativa para quem contrata. Além disso, outro grande ponto dessa categoria é sua flexibilidade. Sem vínculos, o profissional pode escolher suas horas de trabalho, equilibrando as obrigações do cotidiano com a nova fonte de renda.

É por esse motivo que esses serviços fazem tanto sucesso entre os jovens e estudantes, permitindo conciliar a vida acadêmica com a necessidade de fazer dinheiro. Mas isso também vale para as demais pessoas, que percebem nessas opções uma oportunidade para gerar uma renda extra.

No caso do Brasil, o maior exemplo prático disso se percebeu com a popularização da Uber. Os serviços de entrega seguem exatamente o mesmo modelo de negócio, com exceção da atividade-fim, que é a entrega de mercadorias e não o transporte de passageiros.

Sendo assim, esse é um tema perfeito ao portal e aos nossos leitores, pois aponta um caminho claro para quem pretende fazer mais dinheiro utilizando da sua motocicleta. Mas antes, um detalhe importante: você deve adequar a sua CNH a esse serviço, passando por todas as etapas da emissão do EAR, indicando que você exerce atividade remunerada com a habilitação.

Inclusive, aqui vale a pena que você leia dois conteúdos fundamentais no tema, em que respondemos as seguintes curiosidades:

OS APPS DO MOMENTO

Comida, mercadorias e itens gerais. A grosso modo, estes são os objetos de transporte nos aplicativos que listamos. Agora, confira cada uma das alternativas!

UBER EATS

Esse app é uma derivação do Uber tradicional, mas aqui, a gigante da mobilidade urbana aproveita uma plataforma semelhante ao iFood, listando ao consumidor uma série de restaurantes, lanchonetes e bares, para que o usuário peça e receba em casa. Para o entregador, o formato é bem convencional.

Uber Eats permite que você se cadastre para trabalhar com a sua moto. O app pode ser encontrado gratuitamente nos dois principais sistemas do mercado, o Android e o iOS. Já o cadastro pode ser realizado diretamente pelo aplicativo ou site da plataforma, bastando apresentar os seguintes requisitos:

IFOOD

Revolucionário no mercado brasileiro, o iFood caiu nas graças dos consumidores e também dos restaurantes. Atualmente, o serviço centraliza boa parte dos pedidos de refeições no país, com uma expansão bastante acelerada. A grande demanda também se converte em boa disponibilidade de serviço.

Por um bom período, a plataforma se focou na sua especialização: a oferta, comercialização e entrega de refeições prontas. No entanto, já faz algum tempo que a empresa vem testando soluções como o iFood Shop, ampliando o leque de entregas para itens de mercado. O aplicativo está disponível apenas ao Android, na Google Play Store, com o nome iFood para Entregadores. O cadastro é feito diretamente no app, que exige os seguintes critérios:

RAPPI

Rappi é uma start-up colombiana de delivery. A empresa tem se tornado uma gigante do setor em uma velocidade bastante alta, e tem aproveitado da receptividade do público brasileiro para refinar suas estratégias de atendimento e expansão. Essa plataforma se diferencia um pouco das outras duas, pois aposta em um leque maior de itens para entrega.

Aqui, o profissional pode transportar produtos diversos de supermercados e farmácias, refeições ou até mesmo itens e serviços mais personalizados, como o RappiFavor, em que o usuário solicita o transporte de chaves, pagamento de contas, envio de uma encomenda, tal como se fosse um serviço de motoboy.

O cadastro pode ser feito tanto pelo site da plataforma como pelo aplicativo dedicado, disponível unicamente para smartphones Android. Você pode achar o app na Google Play Store sob o nome Rappi Entregador. Os requisitos para aprovação seguem os padrões da categoria, exigindo CNH, CRLV e CPF.

LOGGI

Já a Loggi, aposta firme no conceito do motoboy on-demand, pois o serviço funciona, basicamente, como se fosse um Cabify, Uber ou derivados para esse tipo de profissional. A plataforma tem conquistado usuários pela sua simplicidade, com uma interface limpa e intuitiva, em que se solicita um mensageiro — apelido dos entregadores na plataforma —, descreve os serviços e define o trajeto.

Então, o app identifica quais são os entregadores mais próximos, joga essas corridas aos apps deles e pronto! Diferente da concorrência, o nicho da Loggi é mais objetivo e, até certo ponto, corporativo, pois os serviços costumam ser voltados ao transporte de documentos e outras encomendas pequenas e médias.

O cadastro é feito exclusivamente no aplicativo dos mensageiros, chamado Loggi para Entregador, disponível apenas ao sistema operacional Android. As exigências seguem os padrões da categoria, bastando fotografar e enviar os documentos solicitados, além de preencher as informações do formulário.

 

Por fim, vale lembrar de todas as qualidades de trabalhar livremente nessas opções, sendo o seu próprio chefe, definindo o período e a extensão das suas horas trabalhadas e talvez o mais importante, interferindo diretamente na sua capacidade de gerar uma boa renda extra.

E aí, gostou deste post elencando boas alternativas para trabalhar com aplicativo de entregas? Então agilize a sua aprovação nas melhores plataformas, lendo o nosso texto especial em que explicamos como regularizar a sua moto para exercer atividade remunerada!

Veja também
Publicidade
Noticias relevantes:
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
error: Este conteúdo é protegido!