Zema anuncia novos nomes e extrapola número de secretarias prometido durante campanha eleitoral

Postado em 23/12/2018 13:43

 

O governador eleito em Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), anunciou nesta sexta-feira (21) mais cinco nomes que vão compor seu secretariado e outros dois para preencher órgãos autônomos da administração estadual. Com o anúncio, o número de secretários chega a 11, portanto, acima dos nove prometidos durante campanha eleitoral. E a assessoria de imprensa do novo mandatário não descarta o anúncio de outros nomes.

No atual governo, de Fernando Pimentel (PT), existem 21 secretarias – número bastante criticado por Zema durante campanha. “Queremos cortar a fundo a burocracia, eu vejo que o Estado é extremamente cheio de gente desnecessária em muitas áreas, assessores, número de secretarias, que hoje é de 21, queremos reduzir para nove. E vamos cortar naquilo que não afeta o serviço público à população”, afirmou, à época, em entrevista ao BHAZ.

 
 Portanto, há até o momento uma redução de dez secretarias em comparação à gestão petista. No entanto, a assessoria de Zema não quis comentar sobre o número maior de pastas do que o prometido em época eleitoral.

Segundo a equipe de transição, os secretários foram escolhidos por meio do processo de empresa de recursos humanos, a partir de critérios técnicos, como a avaliação de currículo e aderência ao perfil.

Novos nomes

Os nomes anunciados hoje são:

Além disso, também foram anunciados dois nomes para os órgãos autônomos do Governo, sendo Sérgio Pessoa para a Advogado Geral do Estado e Rodrigo Fontenelle de Araújo para a Controladoria Geral do Estado. Os órgãos autônomos estão vinculados diretamente ao Gabinete do Governador.

Secretários de Zema

Os nomes anunciados até o momento são:

Órgãos autônomos

Quem são

Ana Maria Valentini

Natural de Capitólio, no Sul de Minas, Ana Maria Soares Valentini é produtora rural e engenheira florestal, formada pela Universidade Federal de Viçosa em 1984. Tem especializações em Administração Rural e em Gestão Ambiental de Projetos Agrícolas.

Atualmente, ela preside a Associação dos Produtores Rurais e Irrigantes do Noroeste de Minas (Irriganor) e produz grãos em uma propriedade rural em Bonfinópolis de Minas, na região Noroeste do estado. Participa, desde 1987, Programa de Desenvolvimento do Cerrado, que contou com o apoio do governo japonês para ampliar as áreas agricultáveis de soja no Brasil. Agora, assume a secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Germano Luiz Gomes Vieira

Para o Meio Ambiente, o indicado é o mineiro de Lavras, cidade do Campo das Vertentes, Germano Luiz Gomes Vieira. Ele é servidor público efetivo, graduado em Direito, professor universitário, especialista em educação ambiental, mestre em Direito público pela universidade católica portuguesa de Porto/Portugal.

Atuou como diretor de prevenção e combate à corrupção pela Controladoria Geral do Estado, e exerceu cargos e funções no Sistema Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, no Instituto Mineiro de Gestão das Águas, na Fundação Estadual do Meio Ambiente e na Secretária de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, de onde é servidor concursado.

Custódio Antonio de Mattos

Mineiro de Bicas, na Zona da Mata, Custódio Antonio de Mattos é formado em Direito pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ). Tem mestrados em Administração Pública, pela Escola Brasileira de Administração Pública da Fundação Getúlio Vargas (FGV) e em Ciências Sociais pela Universidade de Birmingham, Inglaterra.

Possui especialização em Gestão Empresarial Avançada, já foi diretor do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), secretário de Desenvolvimento Social em Minas e de Desenvolvimento Econômico na capital mineira. É aposentado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) do Governo Federal como técnico de pesquisa e planejamento na área previdenciária. Na esfera política já foi prefeito de Juiz de Fora, na Zona da Mata, por duas vezes, deputado estadual e congressista por três mandatos. Custódio ficará responsável pela Secretaria de Governo.

Marco Aurélio Barcelos

Marco Aurélio, o novo secretário de Infraestrutura e Mobilidade de 38 anos, é mineiro de Belo Horizonte e bacharel em Direito pela UFMG, com o curso concluído em 2004. Tem especialização em Direito Público pela PUC Minas (2005) e em Finanças pelo IBMEC Business School (2007). Ele é mestre em Direito Administrativo e em Direito. Marco Aurélio Barcelos também é doutorando em Direito do Estado pela USP.

Ele exerceu os cargos de assessor de ministro do Superior Tribunal de Justiça – STJ (2009 a 2011). Foi, ainda, consultor da Fundação Getúlio Vargas (FGV) em projetos de concessões e parcerias público-privadas.

Mario Lucio Alves de Araujo

O futuro secretário de Segurança Pública é mineiro de Montes Claros, no Norte do Estado. O general tem formação de oficial de Infantaria e bacharelado em Ciências Militares. Possui curso de aperfeiçoamento em Infantaria, mestrado e doutorado em Ciências Militares e curso de Comando e Estado-Maior, no Rio de Janeiro (RJ).

Também tem curso de Política, Estratégia e Alta Administração pela Escola de Alto Comando e Estado-Maior do Exército. No âmbito profissional, o general foi o Comandante da 4ª Região Militar em Belo Horizonte (MG), entre 2014 e 2015.

Wagner Ferreira

Wagner Ferreira, futuro secretário de Saúde, tem especialização em Clínica Médica na Santa Casa de Misericórdia de BH e mestrado em Infectologia pela Universidade de São Paulo (USP). É professor assistente de Clínica Médica da Faculdade Ciências Médicas de Minas Gerais desde 1993 e foi consultor da Organização Mundial da Saúde para a América Latina de DST/AIDS, vice-presidente da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig), além de ter sido presidente do MG Transplantes.

Também participou do grupo que fundou e criou o Consórcio Intermunicipal de Saúde do Estado de Minas Gerais. Trabalhou por 17 anos no Hospital João XXIII e já publicou vários trabalhos científicos.

Beth Jucá

A pasta que reunirá as atuais secretarias de Trabalho e Desenvolvimento Social será ocupada pela economista Elizabeth Jucá. Radicada em Juiz de Fora, na Zona da Mata, desde 1 ano de idade, Beth Jucá, como é chamada, é servidora pública efetiva do município mineiro, tendo já ocupado os cargos de Controladora Geral do Município e secretária de Planejamento e Gestão e de Saúde.

É master em Liderança e Gestão Pública, especialista em Finanças pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), onde também se graduou em Ciências Econômicas. Concursada como técnica de Nível Superior III, também é professora da Faculdade Vianna Júnior. Tem experiência na área de Administração, com ênfase em Organizações Públicas, atuando principalmente com os temas: planejamento, financiamento em saúde, orçamento público, patrimônio cultural, regionalização e controle interno.

Gustavo Barbosa

Gustavo Barbosa é de Uberaba (MG). Graduado em Ciências Contábeis e pós-graduado em Gestão Executiva de Fundos de Pensão, no Distrito Federal, ele tem a experiência de ter sido secretário de Finanças e Planejamento do Estado do Rio de Janeiro, entre julho de 2016 e fevereiro deste ano. Ele também foi Gerente Nacional de Previdência Pública e Privada e Gerente de Relacionamento Institucional da Caixa Econômica Federal.

Otto Levy

Otto Levy Reis é natural de Belo Horizonte (MG) e graduado em Engenharia Metalúrgica pela UFMG. Já foi vice-presidente de Gente e Gestão, vice- presidente Comercial e de Marketing, tendo sido mais recentemente, o Chief Operating Offficer (COO) da Magnesita Refratários. Têm diversos cursos no Brasil, Estados Unidos e Japão em Recursos Humanos (RH) e Gestão.

Julia Sant’Anna

Para a Secretaria de Educação, a escolhida foi Julia Sant’Anna, que é doutora em Ciência Política pelo Instituto de Estudos Sociais e Políticos (IESP) da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e mestre em estudos de desenvolvimento pela University of London.

É servidora concursada do estado do Rio de Janeiro na carreira de especialista em políticas públicas e gestão governamental. Há oito anos exerce funções estratégicas na Secretaria de Educação fluminense, sendo atualmente subsecretária de Infraestrutura e Tecnologia.

Manoel Vitor de Mendonça Filho

O Belo-horizontino, Manoel Vitor de Mendonça Filho é engenheiro formado pela Escola de Engenharia da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), tem MBA em Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas  (FGV) e especializações em Gestão Avançada pela Fundação Dom Cabral e INSEAD (European Institute of Business Administration) e em Total Quality Management  pela JUSE (Union of Japanese Scientist and Engineers).

Foi membro dos conselhos estratégico da Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg), Conselho Diretor do Instituto Aço Brasil, do Instituto Brasileiro de Mineração (Ibram) e do Conselho Deliberativo do Instituto Minas pela Paz. Manoel será o responsável pela secretaria de Desenvolvimento Econômico.

Órgãos autônomos

Sérgio Pessoa

Natural de Belo Horizonte, Sérgio Pessoa é graduado em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-MG) e Mestre em Direito Administrativo pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Servidor público efetivo, é procurador do Estado de Minas Gerais, desde 1998, tendo exercido os cargos de Procurador-Chefe da Consultoria Jurídica e Advogado-Geral Adjunto. Sérgio também tem experiências na área acadêmica e ficará responsável pela Advogado Geral do Estado.

Rodrigo Fontenelle

Radicado em Brasília (DF) após aprovação em concurso público na Controladoria Geral da União (CGU), Rodrigo Fontenelle de Araújo Miranda é doutorando em Administração pela Universidade de Brasília (UnB), mestre em Contabilidade também pela UnB, pós-graduado em Finanças pelo Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais (IBMEC) e graduado em Ciências Econômicas pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Rodrigo já foi auditor Federal de Finanças e Controle da Controladoria-Geral da União (CGU), lotado em Brasília/DF, atualmente está cedido ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, exercendo o cargo de Chefe da Assessoria Especial do Controle Interno. Agora, passa a ocupar o cargo de controlador geral do Estado no Governo Zema.

Simone Deoud

Nascida em Barbacena, também na Zona da Mata, Simone Deoud Siqueira será responsável pela Ouvidoria Geral do Estado. Graduada em Direito pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), em 1986, a advogada tem mais de 30 anos de experiência em Direito Civil, Empresarial, contratos e obrigações, e societário. Atuou como profissional liberal e em empresas nos ramos de engenharia e infraestrutura. Atualmente é consultora jurídica.

 

fonte: https://bhaz.com.br/2018/12/21/zema-secretarios-equipe/

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com