Troca de farpas marca o depoimento de Geraldo Passos na CPI

Postado em 23/08/2018 14:58

A Comissão Parlamentar de Inquérito que apura denúncias de possíveis irregularidades na nomeação de cargos de confiança na Prefeitura de Divinópolis, ouviu na manhã da quinta-feira (23), o diretor do site Divinews, Geraldo Passos, que é apontado como intermediador do cargo que teria sido oferecido para Marcelo Máximo, o Marreco.

 

As denúncias surgiram a partir de gravações apresentadas por Marreco, no final de mês de abril, onde são registrados diálogos entre ele e o Prefeito Galileu e entre ele e o jornalista Geraldo Passos. Em uma delas, afirma-se que Galileu teria oferecido um emprego para o denunciante, sem que ele precisasse trabalhar. O cargo seria para que o mesmo não fizesse denúncias contra o atual gestor. Nas gravações dá se a entender que Geraldo é quem estava pressionando para que Marreco aceitasse o cargo.

 

Em seu depoimento, Geraldo Passos afirmou que não agiu a mando do governo e que gosta de ajudar as pessoas. Disse também que tem acesso ao Poder Público, como qualquer outro profissional de imprensa, que além disso, também possui amigos entre os integrantes da equipe. Afirmou que costuma ajudar as pessoas a conseguir emprego não só no poder público, mas também na iniciativa privada.

 

Sobre o decreto que Marreco recebeu, com sua nomeação, assinado e antes mesmo de ser publicado, disse que foi ele quem repassou a imagem, através de whatsapp e que foi por este aplicativo recebeu a peça. Afirmou porém que não revelaria quem o enviou, invocando seu direito de jornalista, de preservar as suas fontes de informação.

 

Em vários momentos Geraldo Passos e o Vereador Edson Sousa “trocaram farpas” e ironias sendo que ao tentar levar as discussões para um campo mais pessoal, foram interrompidos pelo presidente da comissão, Vereador Ademir que insistiu em um posicionamento mais técnico e menos passional por parte dos envolvidos. Alguns momentos chamaram atenção, como por exemplo, quando Geraldo diz que Edson é um bom vereador e o esmo pergunta então porque ele o teria chamado de louco em suas publicações.

 

Ao término do depoimento, o Vereador Edson Sousa, solicitou que sejam feitas novas convocações e também acareações e afirmou que a CPI ainda está longe de seu fim. O Presidente da Comissão, Vereador Ademir, vai se reunir com demais membros, os vereadores Renato Ferreira, Josafá e Nonato para deliberar os próximos passos.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com