Eleitor se confunde, acredita em fraude eleitoral e agride mesária

Postado em 28/10/2018 16:30

A juíza da 97ª Zona Eleitoral, Ana Patrícia Mendes, pediu a prisão de um eleitor que causou  confusão em um colégio eleitoral, neste domingo (28), em Belém, no Pará. Ele teria se exaltado após se confundir e acreditar que estava sendo vítima de uma fraude na urna.

As imagens, que viralizaram nas redes sociais, mostram o registro de voto nulo na tela da urna com o número 17, porém na opção para governador. Isso aconteceu porque no Pará não há candidato para o governo estadual com esse número. Indignado, ele começou a gravar um vídeo e agrediu uma mesária que o alertou de que não poderia filmar o local.

O eleitor acreditava que estava votando para presidente e filmou a sala e outras pessoas que aguardavam na fila, aos gritos de que a urna estaria falsificando seu voto. A supervisora da seção ouviu a confusão e, quando tentou conversar com o homem, foi empurrada. A mulher acionou a Polícia Militar (PM), mas o eleitor disse que era policial da reserva e não foi preso por uma questão hierárquica. A juíza determinou a busca do homem para que ele seja autuado em flagrante.

.

Eleitor se confunde, acredita em fraude eleitoral e agride mesária

 

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Real Time Web Analytics