fbpx
Pular para o conteúdo

Deputada Lohanna é novamente ameaçada de morte

Image

A deputada Lohanna (PV), registrou um Boletim de Ocorrência (BO), nesta quinta-feira (24/08), na Delegacia especializada em Investigação de Crimes Cibernéticos, após receber novamente ameaças de estupro “corretivo” e de morte em seu e-mail institucional da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG).
O autor do e-mail alega que sabe dados pessoais da parlamentar, como seu endereço e a mensagem é recheada de conteúdo machista e misógino. O texto também relata invadir sua residência, dar um tiro na cabeça da deputada “para estragar o velório” e “metralhar sua equipe”, entre outras ameaças. Em um dos trechos da mensagem o autor diz que devido a aprovação do projeto que institui a “Semana da Maternidade Atípica”, a deputada tem sangue nas mãos, por “promover a irresponsabilidade feminina”.


Para a deputada, a ameaça é uma clara tentativa de intimidar e interferir na sua atividade parlamentar e representa o discurso de ódio às mulheres, já que outras deputadas também foram ameaçadas. “A gente sabe que é uma tentativa de calar as nossas vozes, porque o nosso trabalho está aqui para colocar as mulheres no espaço de poder, as minorias nos espaços de poder e fazer discussões tão importantes para Minas Gerais, as cidades e todo o Brasil”. Lohanna explicou que quis tornar a ameaça pública, para mostrar a todos um pouco do que as mulheres sofrem na vida pública. “Qualquer tentativa de me intimidar, será um desperdício de tempo e energia. Qualquer tentativa desse tipo, irá para lata do lixo ou quem sabe, para um camburão da Polícia, não vão me intimidar. Não vão parar meu trabalho”, reforçou. A Polícia Civil investigará o crime com seriedade em busca de responsabilizar o autor.