Cuba desiste do programa “Mais Médicos” após não aceitar liberar médicos cubanos o direito de trazer familiares e uso do salario integral

Postado em 14/11/2018 14:27

Cuba desiste do programa "Mais Médicos" após não aceitar liberar médicos cubanos o direito de trazer familiares e uso do salario integral

Cuba desiste  e não participará mais do programa “Mais Médicos” criados no governo Dilma, afim de sanar a falta de profissionais no pais.

Alvo de polêmica, o acordo com Cuba era que parte do salario dos médicos eram enviados ao país e os médicos aqui só ficavam com parte de seu salario. Outro ponto polêmico era o fato de que o profissional cubano não poderia trazer sua família, sendo obrigado a deixa-los no país cubano.

Bolsonaro utilizou o Twitter para informar que Cuba não aceitou as condições dele para continuidade do programa no Brasil. Segundo presidente eleito a continuidade do programa com Cuba, dependeria da aplicação de teste de capacidade, salário integral aos profissionais cubanos, e a liberdade para trazerem suas famílias, caso desejassem.

 

 

Em comunicado, Cuba anunciou:

Diante desta lamentável realidade, o Ministério da Saúde Pública (Minsap) de Cuba tomou a decisão de não continuar participando do programa ‘Mais Médicos’ e assim o comunicou à diretora da OPS (Organização Pan-Americana da Saúde) e aos líderes políticos brasileiros que fundaram e defenderam esta iniciativa.

Cuba tomou a decisão de solicitar o retorno dos mais de 11 mil médicos cubanos que trabalham atualmente no Brasil.

 

Durante a campanha, Bolsonaro criticou abertamente o programa, sugerindo que a parte do salário enviado a Cuba, era utilizando pelo país para sustentar a ditadura comunista.

Cuba que vive no sistema comunista de partido único, onde o cidadão não tem direito de deixar o país sem autorização do governo.

 

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Real Time Web Analytics