Adair diz que painéis fotovoltaicos já estavam programados

Postado em 20/12/2018 8:57

O Presidente da Câmara de Divinópolis, Vereador Adair Otaviano, divulgou sobre a polêmica que ganhou as redes sociais, envolvendo a abertura de licitação para instalação de painéis fotovoltaicos na Câmara de Divinópolis.  Os painéis serão instalados para gerar economia com energia elétrica já que permitirão o armazenamento de energia solar.A polêmica surgiu porque professores pediram que o dinheiro seja devolvido para a prefeitura  e assim Galileu poderia usar o recurso para pagar salários atrasados da educação.  A discussão ganhou as redes sociais o que gerou uma nota por parte da presidência da Cãmara:

“O Presidente da Câmara Municipal de Divinópolis, Adair Otaviano (MDB), vem por meio desta esclarecer a todos os divinopolitanos a respeito da licitação para instalação de uma Usina de Energia Fotovoltaica no prédio do Poder Legislativo.
Diferente do que tem sido veiculado nas redes sociais a respeito da utilização dos recursos da Câmara Municipal, os estudos para a instalação deste procedimento, já havia sido programado por esta Administração, desde o dia 19 de Fevereiro de 2018, através da publicação da Portaria CM 025/2018 que constitui a Comissão Especial de Licitação para instalação elaboração de Termo de Referência para processo licitatório para instalar Sistema de Energia Fotovoltaica na sede da Câmara Municipal de Divinópolis.

Ao longo do ano foram realizados todos os estudos necessários para a implantação do sistema de energia solar no Poder Legislativo, conforme divulgado anteriormente também através dos canais oficiais da Câmara Municipal. Entretanto, após a falta dos repasses do Fundeb que ocasionaram no atraso do pagamento dos professores por parte do Poder Executivo, inúmeras foram as reuniões e conversas junto dos parlamentares para encontrar uma solução para o problema. Neste sentido, um dos paliativos sugeridos pelo parlamento divinopolitano foi a quantia devolvida pela Câmara no final do ano aos cofres do Executivo.

O Presidente Adair Otaviano, reafirma seu compromisso em fazer a devolução dos recursos para a Prefeitura no último dia útil de 2018, porém avalia que ainda não é possível informar ao certo o valor que será repassado, considerando as programações administrativas que já estavam orçadas para serem executadas na Câmara em 2018. “É preciso termos responsabilidade com a execução do orçamento, e cumprirmos primeiramente com os compromissos da Câmara, posteriormente com certeza passaremos o restante ao Executivo”, disse Adair.

FOTOVOLTAICA
O projeto de instalação da Usina Fotovoltaica conforme dito acima, estava previsto desde Fevereiro deste ano, e contará com economia ainda maior aos cofres públicos. Considerando a possibilidade de fazer com que o Poder Legislativo Municipal economize até 95% na conta de energia elétrica, além de isentar Câmara dos aumentos nas tarifas de energia, e podendo ainda chegar até R$ 100 mil por ano. “Este projeto da usina fotovoltaica já estava programado desde fevereiro, e o valor já estava previsto no orçamento para essa implantação que vai gerar uma enorme economia para as gestões futuras”, reafirmou Adair Otaviano. 

É importante ressaltar que o valor do investimento para a implantação da Usina Fotovoltaica, não supre a necessidade de pagamento de sequer uma folha do Executivo Municipal, mas gerará uma economia futura que poderá auxiliar na execução orçamentária do município”.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com