Um coronel da reserva de 50 anos, e a companheira dele, uma cabo, de 34, foram torturados e baleados em condomínio de Igarapé, na Grande BH

Postado em 06/01/2020 10:33

Nissan Livina do casal foi usado para fuga e, em seguida, incendiado divulgação PM

Um casal de policiais militares foi torturado e baleado dentro de casa, em um condomínio em Igarapé, na Grande BH, na madrugada desta segunda-feira (6). O homem, um coronel da reserva de 50 anos, e a companheira dele, uma cabo, de 34, estão internados em Belo Horizonte. Ninguém foi preso. O caso pode ter ocorrido por vingança.

De acordo com a Polícia Militar, três homens de estatura mediana, vestindo bonés e um deles com tatuagem nas mãos, invadiram a residência, localizada à rua Tucano, no condomínio Ouro Verde, por volta de 0h50 e renderam o casal. Ambos foram agredidos e baleados. O carro da família foi roubado e incendiado, em seguida.

Ao chegarem na casa das vítimas, os militares encontraram o coronel sentado na sala da residência, sangrando e com marcas de tiro na cabeça. Ainda segundo a PM, a mulher foi encontrada no banheiro, com perfurações no crânio, além do tórax e costas. A agente também apresentava uma fratura exposta na perna esquerda.

Imediatamente o casal recebeu os primeiros socorros e foi levado, de helicóptero, em estado grave, para o Hospital de Pronto-Socorro João XXIII, em Belo Horizonte. Eles estão internados, mas não há informações sobre a evolução do quadro, já que a Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig) não divulga estado de saúde de pacientes.

No entanto, um militar amigo do casal informou que o coronel da reserva tem situação estável, sem risco de morte, nesta segunda-feira (6). Segundo ele, o homem recebeu dois tiros na face (ao invés do crânio), com grande comprometimento da região bucomaxilofacial e há risco de perda de um dos olhos.

Já a mulher tem quadro mais complicado, já que foi atingida por tiro na cabeça, com exposição de massa encefálica, além de trauma toráxico proveniente da tortura sofrida. A cabo está no bloco cirúrgico do HPS.

Vingança

O caso será investigado pela 4ª Delegacia de Polícia Civil de Igarapé. A polícia trabalha com a possibilidade de vingança, já que o carro do casal, roubado pelo trio de criminosos, um Nissan Livina, foi abandonado em uma estrada próxima ao condomínio e, em seguida, incendiado. Até então, não há informações sobre outros itens roubados.

A PM levantou informações de que um Fiat Palio cinza escuro foi usado para dar escolta à fuga dos autores. Além disso, horas antes do crime, indivíduos teriam comprado um galão com gasolina em Igarapé. A perícia compareceu ao local e encontrou estojos de projétil 38. Foram coletadas amostras de sangue e de digitais na residência.

As viaturas da Polícia Militar seguem em rastreamento para encontrar os criminosos nesta segunda-feira (6).

fonte: https://www.hojeemdia.com.br/horizontes/casal-de-pm-s-%C3%A9-torturado-e-baleado-em-condom%C3%ADnio-de-igarap%C3%A9-na-grande-bh-1.765444

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: Este conteúdo é protegido!