Troca de tiros entre policiais de SP e MG deixa um morto em anexo de hospital em Juiz de Fora

Postado em 20/10/2018 12:03

Um policial civil morreu e outros dois ficaram feridos após uma troca de tiros na tarde desta sexta-feira (19) em um prédio anexo do Hospital Monte Sinai, no Bairro Dom Bosco, em Juiz de Fora.

De acordo com as informações preliminares da Polícia Militar (PM), uma confusão começou no estacionamento do local por volta das 16h.

Os envolvidos, a princípio, são sete policiais civis do estado de São Paulo, que escoltavam um detento em tratamento na unidade.

Dois policiais civis de Minas viram os homens, que estavam à paisana, armados e iniciaram a abordagem a eles. Um policial paulista viu a cena e atirou contra os policiais mineiros, iniciando a troca de tiros.

Um dos policiais civis de Minas morreu no local e um de São Paulo ficou ferido e está no Centro de Tratamento Intensivo (CTI) da unidade. Outro policial ficou ferido e segue na unidade, em atendimento. No entanto, não foi informado de onde ele é.

Também não foi divulgado pela polícia o que ocorreu com o preso que era escoltado pelos policiais.

Houve confusão na viatura em Juiz de Fora; Policiais de SP não queriam entregar armas — Foto: Reprodução/TV Integração

                                                             Houve confusão na viatura em Juiz de Fora; Policiais de SP não queriam entregar armas — Foto: Reprodução/TV Integração

 

Policiais de SP fugiram, mas foram capturados

Dentro da viatura da Polícia Civil de Juiz de Fora houve outra confusão, porque parte dos agentes de São Paulo não queria entregar as armas.

Pelo menos sete pessoas envolvidas na ocorrência estão na Delegacia de Polícia Civil, no Bairro Santa Terezinha, onde prestam depoimentos.

Segundo a Polícia Civil, quatro deles entraram em fuga após a ocorrência no hospital. Eles foram capturados no início do noite em um carro branco, descaracterizado.

A Corregedoria da Polícia Civil de São Paulo informou, em nota, que apura todas as circunstâncias do caso e está em contato constante com a Polícia Judiciária de Minas Gerais para auxiliar nos trabalhos realizados em Juiz de Fora.

G1 entrou em contato com as assessorias da Polícia Civil e do hospital e aguarda retornos.

Através de nota, a assessoria da Polícia Civil de Minas Gerais disse que só irá se posicionar após a ocorrência ser finalizada.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Real Time Web Analytics