Publicidade

RJ: Polícia cumpre mandados de prisão em empresa de consórcios que patrocina clubes de futebol em MG

Postado em 15/01/2021 15:24

patrocínio atlético multimarcas

A Polícia Civil cumpriu nesta quinta-feira três mandados de prisão em uma empresa suspeita de estelionato em vários estados do país. A operação ‘Mercadores de Ilusões’, da Civil do Amapá, tenta desarticular um grupo que agia na companhia Multimarcas Consórcios. Ela é suspeita de enganar clientes interessados em adquirir cartas de crédito para adquirir bens de consumo, como imóveis e veículos.

A Multimarcas  patrocina grandes clubes de futebol do país, como Atlético e Cruzeiro.

Segundo investigação da Delegacia Especializada em Crimes contra o Consumidor (DECCON) do Amapá, a empresa prometia aos clientes “aquisição de bens (sonhos de consumo) sem burocracia, com condições especiais e facilitadas até mesmo para negativados”, a partir de cartas de crédito. No entanto, os contratos firmados eram “imensos (36 páginas), ultra burocráticos, propositalmente produzidos para dificultar a compreensão das vítimas, muitas das quais de baixa ou nenhuma escolaridade”.

Advertisement
Depois que o consumidor era direcionado a firmar o contrato, com a proposta de participar do sorteio da carta de crédito, funcionários voltavam atrás, “alegando inúmeras desculpas”, como “problema na transmissão do sorteio”, “outra pessoa dando lance maior”. Assim que o prazo para recebimento do crédito terminava, os consumidores não recebiam o valor devido, nem a devolução dos lances.
 
Há vítimas que chegaram a ter prejuízo de quase R$ 30 mil. O prejuízo total foi de R$ 170 mil contra mais de 20 vítimas. Foram bloqueados R$ 500 mil para futuro ressarcimento das vítimas.
 
No Rio, a Polícia Civil cumpriu três mandados de prisão no endereço da empresa, localizado na Avenida Rio Branco, 125. A Multimarcas, que estampou a marca no uniforme do Flamengo em 2019, foi questionada pela reportagem e informou que a empresa “não é ré no processo judicial que estaria apurando a atuação de representantes comerciais terceirizados”.
 
Confira a íntegra da nota:

“A Multimarcas Administradora de Consórcios LTDA é a empresa líder em Minas  Gerais e a 18ª no ranking do Banco Central do Brasil em faturamento de taxa de  administração, com 42 anos de mercado, milhares de consorciados e 280 representações em todos os estados do Brasil. A diretoria da Multimarcas  Consórcios, com sede em Belo Horizonte/MG, esclarece que a empresa não foi comunicada oficialmente sobre a operação  policial realizada nos estados do Amapá e do Rio de Janeiro porque não é ré no processo judicial que estaria apurando a atuação de representantes comerciais terceirizados. Portanto, a Multimarcas Consórcios não pode se pronunciar sobre  o fato em questão.
 
A Multimarcas Consórcios informa que possui contrato comercial com  representantes terceirizados que são contratados como Pessoa Jurídica para  realizar a venda de cotas de consórcios SEM EXCLUSIVIDADE, sendo  assegurado a estes representantes comerciais, e aos vendedores contratados  por eles, o direito de trabalhar para outras empresas, incluindo administradoras  de consórcios.
 
A Multimarcas Consórcios afirma ainda que todos os clientes que adquirem cotas  de consórcios da administradora SÃO ORIENTADOS E ALERTADOS no ato da  assinatura de contrato de que NÃO HÁ GARANTIA DE CONTEMPLAÇÃO,  portanto as contemplações acontecem somente por meio de sorteio ou lance,  sempre condicionadas ao saldo de caixa dos grupos, conforme cláusulas  contratuais e previsto nos normativos oficiais.”

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!