População aplaude PMs que prenderam bandidos que torturaram reféns no Belvedere

Postado em 05/02/2020 21:13

Conforme o Sistema MPA relatara em matéria anterior, uma tentativa de sequestro foi praticada durante a tarde de hoje (5) em Divinópolis. Novas informações sobre o fato foram reveladas.

Assalto

Por volta de 14:30, dois elementos armados invadiram uma residência em obras na Rua La Paz. Um construtor e três familiares foram rendidos pelos marginais.

Tortura

Violentos e covardes, os autores torturaram física e psicologicamente as vítimas, incluindo uma criança de cinco anos.

As vítimas foram amarradas e trancadas no banheiro.

Em seguida, os meliantes subtraíram objetos de valor e empilharam os produtos numa camionete da casa que pretendiam roubar.

PM

A Polícia Militar percebeu o crime e compareceu rapidamente ao local. Intimidados, os bandidos tentaram se refugiar dentro da casa e usar os reféns como escudos humanos.

Os bandoleiros atiraram contra a guarnição, que foi obrigada a revidar em legítima defesa. Não houve feridos.

Para preservar a integridade da família, os policiais usaram de estratégia psicológica para convencer a dupla a se entregar.

Os criminosos P.H.R., de 18 anos, e .V.A.G., de 19 anos, foram presos em flagrante. Uma arma de fogo foi recolhida.

Na delegacia, a dupla prestou depoimento e foi autuada pelos crimes de roubo, cárcere privado, tortura e posse ilegal de arma de fogo. Ambos foram transferidos ao presídio Floramar.

População

Em redes sociais, moradores da região do bairro Belvedere aplaudiram o empenho militar.

Foi um ato de bravura. Uma ação rápida que preservou a vida das vítimas e recuperou os objetos roubados. Gratidão!“, externou Paula Souza, moradora do bairro Bela Vista e ouvinte da Nova Sertaneja.

Foi tudo muito rápido. Estou impressionado com a dedicação dos policiais“, destacou um ouvinte da Minas FM, morador do Belvedere, e que prefere não  se identificar.

Veja também
Publicidade
Noticias relevantes:
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
error: Este conteúdo é protegido!