Publicidade

Polícia Civil prende quatro pessoas em uma operação chamada de ‘Justiça ilegal’

Postado em 01/09/2020 15:02

Na operação “Justiça Ilegal”, a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) prendeu em flagrante, na última quinta-feira (27/8), quatro suspeitos pelos crimes de usurpação de função pública, uso indevido de insígnias e brasões, propaganda enganosa, estelionato e associação criminosa.
 
A ação foi desencadeada nas cidades de Mateus Leme e Juatuba. Durante o cumprimento de mandados, foram apreendidas bandeiras, carteiras funcionais na cor vermelha, camisas estampadas, documentos e até mesmo dois carros plotados com brasões semelhantes aos utilizados pelo Poder Público.
 
As investigações apontam que os suspeitos instalaram um fórum arbitral, em Juatuba, onde o diretor se apresentava como Juiz de Direito e atuava em procedimentos sem a devida presença do Ministério Público, como determina a lei. Além disso, expressões e símbolos alusivos aos órgãos públicos eram utilizados indevidamente.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!