Polícia Civil identifica suspeitos de atear fogo e matar internos de clínica em Divinópolis

Postado em 31/07/2018 18:55

Um crime que chocou a cidade. Em abril, uma comunidade terapêutica foi incendiada em Divinópolis e três internos morreram. Nesta terça-feira (31) três pessoas foram detidas, suspeitas de envolvimento no incêndio e na morte dos internos.

Depois de quase dois meses de investigações, a Polícia Civil prendeu dois jovens de 21 e 24 anos e apreendeu um adolescente de 17. Eles são suspeitos de invadir e atear fogo em uma comunidade terapêutica situada no bairro Itacolomi, no dia 26 de abril.

Na época do crime, os suspeitos invadiram a comunidade durante a madrugada e atiraram contra os internos. Doze internos estavam no local no momento da invasão. Alguns conseguiram fugir, mas outros três se esconderam em baixo da cama e não conseguiram a sair a tempo.

Nesta semana, a Polícia Civil cumpriu mandados de busca e apreensão na casa dos suspeitos. Nenhum material ilícito foi encontrado. As investigações apontaram que a motivação principal do crime seria um furto ocorrido na casa de um dos suspeitos.

Os suspeitos não possuem registro criminal. Serão indiciados pelos crimes de homicídio consumado, tentativa de homicídio e incêndio. A polícia acredita que há outras pessoas envolvidas e as investigações continuam.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Real Time Web Analytics