Polícia Civil comenta participação em operação de alcance internacional contra a exploração infantil

Postado em 22/11/2018 18:18

Em uma força-tarefa, coordenada pelo Ministério da Segurança Pública (MSP), a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) deflagrou na manhã desta quinta-feira (22) a 3ª Fase da Operação “Luz na Infância”. A ação teve como o objetivo cumprir 69 mandados de busca e apreensão em todo território nacional e na Argentina a fim de identificar suspeitos de crimes relacionados ao abuso e à exploração sexual contra crianças e adolescentes praticados no meio cibernético.
 
Em Minas Gerais foram cumpridos dois mandados em Contagem, que resultou na prisão em flagrante de duas pessoas, e um mandado em Belo Horizonte. 
De acordo com o Ministério da Segurança Pública (MSP) os alvos internacionais foram identificados após atuação conjunta entre a Diretoria de Inteligência da Senasp/MSP e autoridades policiais da Argentina. Toda a operação mobilizou um efetivo de aproximadamente mil policiais.
 
A Chefe da Divisão Especializada Em Orientação e Proteção à Criança e ao Adolescente (Dopcad) da PCMG, Delegada Isabella Franca Oliveira ressalta a importância de coibir os crimes armazenamento e compartilhamento de mídias relacionadas à pornografia infantil-juvenil, uma vez que por trás das fotos e vídeos compartilhados na internet existem crianças e adolescentes vítimas de abuso e exploração sexual. “Além disso, É importante mencionar que os pais ou responsáveis legais devem sempre conversar com as crianças e adolescentes, estabelecendo uma relação de intimidade e confiança com os mesmos, explicar sobre as partes dos corpos e estabelecendo limites para toques de outras pessoas, conhecer a rotina e hábitos daquela criança ou adolescente, além de observar qualquer alteração de comportamento. Em caso de violência sexual, o fato deve ser denunciado para apuração pelos órgãos competentes”, alerta a Delegada.
 
Luz na Infância
 
A Operação Luz na Infância teve início em outubro de 2017, quando foram cumpridos 157 mandados e presos 112 abusadores. Na segunda edição, ocorrida em maio de 2018, houve cumprimento de 579 mandados de busca, resultando na prisão de 251 pessoas.
Polícia Civil comenta participação em operação de alcance internacional contra a exploração infantil

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Real Time Web Analytics