Pai mata filho de 6 meses após discutir com a mãe do bebê em Goiás

Postado em 12/09/2018 15:23

Pai mata filho de 6 meses após discutir com a mãe do bebê em Goiás

Reportagem de Natália Oliveira para o Jornal “O tempo”

 

Um homem de 26 anos que pegou uma arma para ameaçar a mulher acabou matando o próprio filho com um tiro no peito. De acordo com a Polícia Civil de Goiás, o suspeito discutia com a mulher e pegou uma arma para ameaçá-la.

No entanto, no meio da discussão, ele apontou a arma para o próprio filho e atirou na criança. O crime ocorreu no bairro de Jardim Ingá, na cidade de Luziânia, interior de Goiás, na madrugada desta quarta-feira (12), por volta de 4h.

Para a Polícia Civil o suspeito disse que estava embriagado, tinha feito uso de maconha no momento do crime e não se lembra de nada do que aconteceu. Ainda segundo as investigações da Polícia Civil, pouco antes do crime o pai e mãe do bebê, de 20 anos, saíram para consumir droga. Quando voltaram a criança chorava no berço.
Informações preliminares da Polícia Militar davam conta que o pai teria se irritado com o choro do bebê. No entanto segundo a Polícia Civil, ele matou o filho durante briga com a mulher.

“A mãe contou que o suspeito teve uma discussão com ela, pegou a arma e apontou em sua direção. Em meio a briga, ele pediu para ela se acalmar. E depois disso perguntou se ela estava duvidando que ele atiraria. O homem então apontou a arma para o bebê e disparou”, explicou a delegada Carolina Mattos.

O filho do casal chegou a ser socorrido por vizinhos para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade, mas não resistiu aos ferimentos e morreu ao dar entrada na unidade de saúde. A Polícia Militar foi até a casa do casal onde aconteceu o crime e encontrou os pais na sala. A arma foi encontrada atrás do sofá da casa sem munição. O casal confessou que o disparo foi feito pelo pai da criança.

“Aqui na delegacia tanto o pai quanto a mãe do bebê se mostraram muito abalados com o crime. Eles estavam chorando bastante e o pai repetiu que não se lembrava do ocorrido”, contou a delegada Carolina Matos.
Os dois foram levados para a delegacia, somente o homem foi preso em flagrante, já que a Polícia Civil entendeu que, a princípio, a mãe não tem envolvimento no crime. Foi a mulher que contou que o pai estava irritado com o choro do filho. Ela disse ainda que tentou impedir o crime. A Polícia Civil aguarda o resultado da perícia para saber se o bebê já tinha sido vítima de outros maus-tratos.

O suspeito já tinha passagens pela polícia pelo crime receptação qualificada, que significa adquirir, receber, transportar, conduzir ou ocultar um produto de crime. A mãe do bebê não tinha passagens.
Pais já tinham brigaram pouco antes da morte do Bebê

Cerca de duas horas antes da morte do filho de seis meses, vizinhos ouviram uma gritaria na casa e acionaram a Polícia Militar por causa da briga entre o casal.

Os militares chegaram a ir até a residência, porém, quando chegaram estava tudo silencioso e ninguém abriu a porta. Como não constataram a briga, os policiais foram embora.

A suspeita é que esse tenha sido o momento em que o casal saiu para consumir droga. Pouco depois, os dois tiveram uma nova discussão e o pai acabou atirando contra o filho.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Real Time Web Analytics