Matheus Costa vira réu em processo no qual é acusado de estupro

Postado em 07/03/2019 22:20

Em novembro de 2016, Matheus Costa foi acusado de estupro. Uma jovem de 24 anos acusou o jovem de manter relação sexual sem consentimento da vítima.

Desde a denúncia, Matheus respondeu ao processo em liberdade. Nesta semana, o Ministério Público ofereceu denúncia, que foi aceita pelo juiz da Terceira Vara Criminal. O agora vereador e líder do MBL de Divinópolis tornou-se oficialmente um réu.

Em discurso na tribuna da Câmara Municipal durante a tarde de hoje (7), Matheus Costa alegou inocência e prometeu prová-la. O vereador se disse o mais interessado em esclarecer o episódio.

Relembre o Episódio

Em 22 de dezembro de 2016, Matheus Costa foi acusado de estuprar uma jovem divinopolitana. As partes envolvidas teriam se conhecido numa festa privada e em seguida foram até um motel.

Chegando ao local, a vítima teria sido violentada após se recusar a manter determinadas relações sexuais com o acusado.

Na época, em sua defesa, Matheus foi a público e afirmou que as práticas aconteceram de forma consensual, e afirmou ter imagens do circuito interno do motel comprovando que o casal entrou espontaneamente.

Tal argumento foi questionado à época:

“O fato de uma mulher entrar consensualmente num quarto com um homem não confere a ele o direito de fazer qualquer prática sexual sem consentimento. Não é não!“, afirmou o jurista divinopolitano e professor universitário Evandro Mendes.

Matheus Costa esclarece acusação de estupro

Polêmica

Poucas semanas antes da polêmica acusação de estupro, Matheus foi acusado de injúria racial. Testemunhas relataram que o jovem proferiu xingamentos racistas contra um garçon negro após um bate-boca num antigo bar situado no Afonso Pena.

Na ocasião, testemunhas narraram que ouviram do futuro parlamentar termos pejorativos como “macaco“, “favelado” e “lixo” contra um jovem negro. Ironicamente, a confusão ocorreu em pleno 20 de novembro, Dia da Consciência Negra.

 

 

Movimento Brasil Livre

Suplente do ex-vereador Cleiton Azevedo (PPS), Matheus Costa assumiu sua vaga na Câmara assim que Cleitinho abandonou o posto na cidade para ir à Assembléia assumir seu cargo de deputado estadual.

Em novembro de 2018, Matheus fora convidado pelo grupo Movimento Brasil Livre para ser coordenador do núcleo divinopolitano.

 

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com