Incêndio atinge parque gráfico do jornal Estado de Minas, em BH

Postado em 22/11/2018 12:59

Incêndio atinge parque gráfico do jornal Estado de Minas, em BH

Incêndio atinge parque gráfico do jornal Estado de Minas, em BH

Um incêndio registrado no parque gráfico do jornal Estado de Minas, na tarde desta quarta-feira (21), localizado no bairro Santa Efigênia, região Leste de Belo Horizonte, assustou a vizinhança e os trabalhadores da empresa.
Segundo informou o Corpo de Bombeiros, um chamado foi feito por volta das 13h de que havia ocorrido um curto-circuito em um transformador de energia da empresa. Ao chegar ao local, os bombeiros constataram fagulhas e o fogo, debelado na sequência. A energia foi desligada e a Cemig, acionada.
De acordo com a corporação, a Defesa Civil foi chamada para vistoriar a edificação, que foi atingida pelas chamas. Até a publicação desta matéria, não houve retorno sobre a situação do prédio.
A Cemig informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que o transformador interno não é de sua propriedade, mas do Estado de Minas. A energia foi cortada por segurança e só poderá ser restabelecida nesta quinta-feira.
Além da gráfica que imprime os exemplares do jornal diário, que celebra 95 anos de existência em Minas Gerais em 2018, o acervo jornalístico da empresa fica neste prédio, localizado na avenida Mem de Sá. Há raridades em papel, fotografias e inúmeros exemplares da revista O Cruzeiro.

Resultado de imagem para Incêndio atinge parque gráfico do jornal Estado de Minas, em BH

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais (SJPMG) publicou uma nota em seu site informando estar preocupado com a situação. “Os gráficos foram comunicados para não irem trabalhar e o jornal deve ser rodado em Brasília. O SJPMG e o Sindicato dos Gráficos estão preocupados. Segundo José Aparecido, diretor do Sindicato dos Gráficos, o incêndio pode ter sido provocado por falta de manutenção, situação que atinge as instalações do Estado de Minas em geral e põe em risco os trabalhadores. A intenção dos sindicatos é chamar uma discussão sobre o assunto e evitar uma tragédia”, diz texto.
O BHAZ entrou em contato com a redação do Estado de Minas, que nos orientou a pedir as informações por e-mail. Até o fechamento desta matéria, às 20h25, a empresa não havia enviado a nota de esclarecimento.
Em seu portal (em.com.br), no entanto, a empresa informou que “o incidente ocorreu depois de explosões na rede pública, seguidas de queda do fornecimento de energia e do acionamento do gerador. Comércios, inclusive uma padaria, e casas também foram prejudicados pela ocorrência. De acordo com o técnico em segurança do trabalho da empresa, Marcelo Rezende, por volta das 13h, quando grande parte dos funcionários cumpria horário de almoço, três fortes explosões foram ouvidas na rede elétrica do bairro, seguidas de corte da energia. De imediato, o gerador das instalações do parque gráfico começou a funcionar. Alguns minutos depois, a energia pública foi restabelecida e foram ouvidas várias explosões vindas do gerador interno, acompanhadas de muita fumaça escura. O local foi imediatamente evacuado. Havia em torno de 150 pessoas no momento do início do incêndio. Não houve vítimas e os danos materiais ainda serão avaliados. Apesar do incidente, está assegurada a circulação das edições impressas de quinta-feira dos jornais Estado de Minas Aqui.”

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Real Time Web Analytics