Ex-prefeito de Taiobeiras preso por pedofilia será levado para Montes Claros

Postado em 04/04/2016 15:05

A Polícia Civil de Minas Gerais prendeu, na quinta-feira (31), o ex-prefeito de Taiobeiras Joel da Cruz Santos, investigado por cometer abuso sexual contra crianças e adolescentes da cidade. Joel estava foragido desde outubro de 2015, após a expedição do seu mandado de prisão preventiva.

A prisão aconteceu após um trabalho integrado em delegacia da cidade de Taiobeiras e a Superintendência de Investigação e Polícia Judiciária na capital, que conseguiram localizar o ex-prefeito na cidade de Curionópolis (PA). O delegado responsável pelo caso, Alessandro Lopes, destacou a importância do trabalho conjunto. “O serviço de Inteligência da Polícia Civil, em Belo Horizonte,  localizou o Joel em uma fazenda de sua propriedade no estado do Pará”, disse.

De acordo com as investigações, o ex-prefeito oferecia dinheiro para crianças e adolescentes em troca de relações sexuais e atos libidinosos, sendo que, em alguns dos casos, as mães dos jovens teriam participado do esquema, levando os filhos para Joel em troca de dinheiro. Duas mulheres também foram presas por envolvimento nos crimes.

O delegado Alessandro Lopes disse que até o momento seis vitimas já foram identificadas e revelou que “outras vítimas já estão sendo ouvidas e um novo inquérito será instaurado. Com a prisão do ex-prefeito, esperamos que novas vítimas possam comparecer até a delegacia para denunciá-lo”, comentou.

O ex-prefeito vai responder pelo crime de estupro de vulnerável e exploração sexual de criança e adolescente.

Joel será conduzido ao Presídio Regional de Montes Claros, para evitar qualquer forma de artifício que atrapalhe as investigações,  inclusive para que novas vítimas possam denunciar.

IMG-20160404-WA0048

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios