Dois assaltantes são mortos em confronto com a polícia em Pará de Minas

Postado em 21/02/2019 12:35

No início da madrugada de hoje, por volta de 00h52min, no Distrito de Tavares, em Pará de Minas, a Polícia Militar apreendeu dois veículos, produtos de crime, um revólver com três cartuchos, uma réplica de pistola e outros objetos. Após confronto com militares, dois acusados vieram a óbito e um terceiro foi preso, com ferimentos e socorrido ao hospital.

A PM foi acionada quando um jovem ao chegar em casa, no bairro Recanto da Lagoa, em Pará de Minas, foi abordado por quatro assaltantes armados, que estavam em um veículo Toyota Corolla, azul, anunciaram o assalto e roubaram a Saveiro que ele estava.

Durante rastreamento, os militares localizaram o veículo Corolla no sentido ao distrito de Tavares, sendo acompanhados pelos policiais. Ao perceberem efetuaram uma manobra de marcha ré e tentaram jogar o veículo contra alguns dos militares desembarcados da viatura, por duas vezes, os quais tiveram que se desviar e efetuar disparos de armas de fogo até que o corolla se chocou contra a parte frontal da viatura.

Desobedeceram todas às ordens dos militares para se colocar em posição de busca, realizados novos disparos. Ao fim do confronto, uma equipe dos Bombeiros Militares, socorreram os trêsabordados,  porém, dois deles vieram a óbito, M. S. V. J., de 28 anos e outro autor, até então somente com o primeiro nome de inicial N., identificado, de 25 anos. Ele não portava documentos.

O terceiro de 21 anos, foi transferido ao Hospital N. S. da Conceição, na condição de preso, sob escolta, onde iria passar por cirurgia.

Foram apreendidos no local dos fatos, o veículo Toyota Corola, que havia sido furtado em Carmo do Cajuru, na quarta-feira, 20, um revólver calibre .32, com três cartuchos, uma réplica de pistola, três celulares, sendo um roubado, uma touca ninja e um coldre.

Durante rastreamento, os militares localizaram na Rua Itaquera, bairro Providência, o veículo Saveiro, roubado da vítima em pauta.

Os acusados são de Mateus Leme-MG, sendo que um deles tinha passagens por roubo e lesão corporal. Um não tem passagens e sobre um dos autores falecidos, não foi possível verificar, pois ele não portava identidade.

O quarto citado pela vítima do roubo do Saveiro, não foi localizado em Tavares.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: Este conteúdo é protegido!