Corpo encontrado no Rio São Francisco é de mulher desaparecida em Córrego Danta

Postado em 16/02/2017 7:54

Rejane fez contato com a família pela última vez na tarde do dia 6 de fevereiro. (Foto: Reprodução/Whatsapp)

O corpo de uma mulher encontrado na tarde da última terça-feira (14), no Rio São Francisco, em Martinho Campos é de Antônia Rejane Oliveira, de 42 anos, desaparecida desde o dia 6, em Córrego Danta. A identificação do corpo foi realizada pela família. No entanto, a Polícia Civil de Lagoa da Prata (responsável pelas investigações) aguarda a realização e resultado da necropsia.

O corpo foi localizado após o chamado de dois fazendeiros da região, que relataram ter visto um cadáver no rio. A região onde o corpo foi encontrado fica a 15 quilômetros do Centro de Martinho Campos.

Após os chamados, uma equipe foi até o local e confirmou o fato, encontrando um corpo aparentemente feminino, em estado “considerável” de decomposição e sem documentos pessoais. O corpo foi recolhido por uma funerária e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Bom Despacho. A Polícia Civil de Lagoa da Prata, que já descartou a possibilidade de latrocínio.

A caminhonete de Rejane foi encontrada na quarta-feira (8) por um pescador em uma região próxima do Rio São Francisco, na zona rural, entre os municípios de Lagoa da Prata e Córrego Danta. Dentro da Ford Ranger com placas de Córrego Danta foram encontrados uma mala de roupas (que pertencem a filha e seriam entregues em Nova Serrana), uma bolsa feminina, e um bilhete que não teve o conteúdo divulgado.

Leia também: Corpo encontrado no Rio São Francisco pode ser de mulher desaparecida

Família procura por mulher desaparecida em Córrego Danta

Caminhonete de mulher desaparecida em Córrego Danta é encontrada por pescador

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com