Publicidade

Confira treinamento de equipes do CIS-URG em conjunto com Batalhão de Operações Aéreas dos Bombeiros

Postado em 06/07/2019 7:33

No dia 21 de dezembro de 2018 foi assinado um convênio de cooperação entre CIS-URG Oeste e o Batalhão de Operações Aéreas (BOA) do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais; considerando a necessidade de uma segunda equipe para tripular uma aeronave que estava ficando subutilizada.

Esse convênio aumentou a integração e parceria entre o CIS-URG e o Corpo de Bombeiros, pois equipes do SAMU apoiam a tripulação em plantões no BOA em Belo Horizonte.

Os médicos e enfermeiros que se dispuseram a participar destes plantões receberam um treinamento especial para adaptação dos conhecimentos para atuação nas aeronaves que consiste em três etapas.

Advertisement

A primeira é uma contextualização a respeito do sistema de saúde, Suporte Aéreo Avançado de Vida (SAAV), que as equipes que compõem as aeronaves Arcanjos (helicópteros) integram.

Na segunda parte é trabalhado o Mapa Carga que consiste nas diferenças entre os equipamentos que estão disponíveis nas aeronaves e os equipamentos que estão disponíveis nas ambulâncias, pois por razão de capacidade de carga das aeronaves, as mochilas, os equipamentos, a quantidade de medicamentos precisam ser reduzidos.

A terceira parte é mais operacional e é dividido em dois momentos, o primeiro é para adaptação à altura, onde os profissionais recebem instruções a respeito dos equipamentos de proteção individual (EPI) para atuação em altura, instrução e treinamento de utilização de rota de rapel. O segundo momento é treinamento de aproximação de aeronave, comportamento de segurança, comportamento de situação de emergência, treino de embarque e desembarque com aeronave no pairado, ou seja, sem pousar, pois nem sempre tem local adequado para o pouso dos Arcanjos, então a equipe de atendimento desce para adiantar processos e os comandantes procuram lugar adequado para pouso.

O treinamento, até o primeiro momento da terceira parte, foi realizado em dezembro de 2018, no hangar do BOA em Belo Horizonte. No dia que seria a execução do segundo momento da terceira parte, na Serra do Rola Moça, a condição climática não possibilitou o voo da aeronave, choveu demais. Ficou previsto para fevereiro deste ano, mas com o desastre que aconteceu em Brumadinho não foi possível finalizá-lo como idealizado.

O segundo momento do Treinamento que não foi realizado no mês de fevereiro deste ano devido a tragédia de Brumadinho, aconteceu na segunda-feira (1º):

Para esse treinamento surgiu a possibilidade deste ser realizado na segunda-feira (1º) deste ano, na Pedra do Calhau, em Carmo do Cajuru, e foi muito bem aproveitada essa oportunidade segundo a assessoria do Samu, pois alguns dos voluntários do SAMU Oeste que participam do plantão no BOA concluíram o treinamento. “A ideia é que periodicamente este treinamento conjunto seja realizado, evoluindo as atividades embarcadas.”, comentou o Capitão do BOA, Gleber Penido. Veja fotos:

Fotos: Assessoria Samu

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!