Publicidade

Agressor de cachorro deve se apresentar amanhã para depoimento

Postado em 20/01/2019 20:11
Publicidade

O divinopolitano Carlos Adriano (24), que postou vídeo em redes sociais no qual aparece torturando e matando brutalmente um cachorro vira-lata, deve se apresentar amanhã (21) para prestar depoimento.

As perturbadoras imagens sobre o crime circularam sábado (19), e rapidamente a Polícia Civil partiu em diligências em busca do acusado. Carlos não foi localizado, mas em seu endereço foi deixada uma intimação para que ele preste depoimento explicando os fatos.

A equipe de jornalismo do Sistema MPA denunciou pioneiramente o episódio e conversou com o autor na manhã de sábado. O jovem alegou arrependimento e se justificou afirmando que o animal possuía Leishimaniose e havia invadido seu galinheiro.

O homem que filmou a ação de Carlos Adriano e que aparece no vídeo debochando da situação também será investigado pela Polícia Civil.

Repercussão

O episódio tomou uma proporção nacional. Em poucas horas, vários ativistas de todo o Brasil expuseram o caso e exigiram investigação rigorosa.

Em seguida, os acusados postaram vídeos se desculpando e assumindo o erro.

Histórico

A Polícia Civil afirma que Carlos Adriano possui passagens policiais por crimes como ameaça, entre várias outras ocorrências de trânsito nas quais causou fortes transtornos acarretando em perseguições policiais.

O homem também já fora preso em 2014 acusado de participar de uma rinha de galos em Nova Serrana. Na ocasião, o evento causou agressões e mortes contra vários animais.

Mais informações detalhadas sobre o episódio você confere amanhã no programa Bom Dia, Divinópolis, a partir das 07:00 na Minas FM 104,1.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!