Acusado de estuprar e matar menina de 15 anos em Formiga é condenado a 39 anos de cadeia - Portal MPA

Publicidade

Acusado de estuprar e matar menina de 15 anos em Formiga é condenado a 39 anos de cadeia

Postado em 13/12/2021 19:52

Maria Eduarda foi asfixiada, morta e abusada sexualmente, em junho de 2020, em Formiga — Foto: Twitter/Reprodução

 

O acusado de estuprar e matar Maria Eduarda Silva, de 15 anos, foi condenado a 39 anos e dois meses de reclusão. O crime ocorreu em junho de 2020 no município de Formiga. O júri popular aconteceu na tarde desta segunda-feira, 13. 

 Gustavo Miranda de Oliveira, de 27 anos, já estava preso e a condenação foi atribuída por três crimes, segundo a promotoria: homicídio triplamente qualificado, roubo e estupro. 

O júri popular, composto por sete integrantes, sendo quatro homens e três mulheres, começou às 8h30 e terminou às 15h45 no Fórum de Formiga. A juíza responsável pela sentença foi Fabiola Pinheiro da Costa de Melo Goulart. O promotor de Justiça da 2º promotoria de Formiga, Ângelo Ansanelli Júnior, também fez parte do julgamento.

O caso

O inquérito que investigou a morte da adolescente Maria Eduarda Silva foi relatado e enviado à Justiça pela Polícia Civil cerca de 20 dias após o registro da morte da garota. Ela desapareceu no dia 2 de junho e foi encontrada morta cinco dias depois em um matagal. O autor, confessou ter asfixiado e matado a garota depois de ter abusado sexualmente dela.

Segundo delegado regional Tiago Veiga , o laudo da perícia confirmou que ela foi morta por asfixia. O autor disse, no dia da prisão, que deu uma gravata na vítima até desacordá-la e depois amarrou a blusa da própria vítima e a matou estrangulada.

O registro do desaparecimento foi feito no dia 3 de junho, pela mãe de Maria Eduarda, na Polícia Militar (PM).

Segundo a Polícia Civil, com apoio de cooperadores e usando um drone, o corpo foi encontrado no dia 7 de junho, em um matagal próximo ao Tiro de Guerra. O autor foi identificado por meio de imagens registradas por câmeras de segurança e teve o mandado de prisão expedido pela Justiça.

 

O homem era conhecido da polícia por ter cometido pequenos furtos na cidade. No entanto, segundo a Polícia Civil, ele nunca havia sido preso.

Relembre o caso

Acusado de ter matado a garota Maria Eduarda é preso

Polícia Civil encontra corpo de adolescente que estava desaparecida