Polícia Civil diz que ex-agente que dirigia caminhonete não omitiu socorro no acidente que matou Glauciara Ribeiro - Portal MPA

Publicidade

Polícia Civil diz que ex-agente que dirigia caminhonete não omitiu socorro no acidente que matou Glauciara Ribeiro

Postado em 02/06/2022 16:24
Publicidade

Delegado de Trânsito, Anderson Vicente de Sousa, responsável pelo inquérito. Foto: TV Candidés

 

Na coletiva que apresentou a conclusão do inquérito sobre o acidente que matou Glauciara Ribeiro, de 17 anos, e deixou o irmão dela, de 25, ferido, a Polícia Civil afirmou que não houve omissão de socorro por parte do ex-agente da corporação que dirigia uma caminhonete. 

O inquérito aponta condutor do Fiat Uno como responsável pelo acidente.

Para o delegado  de Trânsito, Anderson Vicente de Sousa, o fato do condutor da Fiat Touro ter evadido do local do acidente não é suficiente para alegar omissão de socorro. “Ele disponibilizou o celular, e existe informações da polícia militar que o atendeu “, disse o delegado.

O ex-policial civil teria feito uma ligação as 2h02, pouco depois do acidente, para a  Policia Militar, passando as informações de seus dados pessoais, como telefone, meio de contato e mesmo o CPF. Ainda de acordo com o delegado, o motorista da Toro deixou o local por medo. 

Apesar disso, a Polícia Civil destacou que o motorista da caminhonete também será penalizado, uma vez que estava em alta velocidade.

Gleison Ribeiro Prata, de 25 anos, irmão de Glauciara, recebeu alta do Complexo de Saúde São João de Deus (CSSJD) nesta quarta-feira (1º).

Caso Glauciara: Ex-policial que dirigia caminhonete vai responder por dirigir em alta velocidade

Publicidade