Publicidade

Opinião: deputados dizerem que vão aguardar estado retomar obras do hospital é uma forma de fugir do compromisso com a cidade

Postado em 14/12/2019 8:30

Um ano depois do movimento criado pela FIEMG e poucos deputados se comprometeram em ajudar a cidade de Divinópolis a finalizar o hospital público. A declaração dos deputados estaduais de Divinópolis gerou repercussão. Os deputados Fabio Avelar e Cleitinho Azevedo disseram que só vão destinar verbas para o hospital se o governo do estado retomar a obra.

A ideia do projeto é fazer com que os deputados que tiveram votos na região aportem recursos através de emendas parlamentares. Como o estado não tem recursos à obra de construção do hospital público seria retomada, mas com o dinheiro enviado pelos deputados. O diretor do sistema MPA Mayrink Pinto de Aguiar Junior que faz parte do grupo criado pela FIEMG, disse que os deputados precisam se comprometer e não aguardar o estado. Ele ainda reforçou que a responsabilidade de execução é da prefeitura de Divinópolis, porém o município precisa ter o recurso em caixa.

Com déficit e uma despesa que não para de crescer o governo de minas não tem boas perspectivas para retomada de obras. Durante encontro com os radiodifusores o governador Romeu Zema deixou claro que a situação financeira de Minas Gerais é complicada. A obra do hospital teve inicio em 2010. O prazo inicial de execução era de 24 meses, ou seja, dois anos, já se passaram nove e ele continua inacabado. O hospital deve atender cerca de 500 mil pessoas de 55 municípios. A proximidade do ano eleitoral preocupa o grupo gestor de Divinópolis.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!