Homem que espancou namorada nos EUA é solto e mineira diz ter medo de nova agressão

Postado em 27/09/2018 7:25

Preso na noite de domingo (23) após espancar a namorada mineira nos EUA, o belo-horizontino Erick Bretz pagou uma quantia aproximada de R$ 245 mil e deixou a prisão em Tampa, na Flórida. O homem estava preso por violência doméstica por estrangulamento (domestic battery by strangulation) e intimidar vítima ou testemunha (tampering with a witness). Apesar de ter arcado com a fiança, Bretz teve que entregar o passaporte como garantia de que vai responder pelas acusações nos Estados Unidos.

O crime aconteceu na noite de domingo na casa do mineiro, quando, de acordo com a também belo-horizontina Melissa Gentz, a jovem de 22 anos agredida, ele se alterou após ter bebido. “Depois de um tempo, ele começou a ficar agressivo. Pedia sem parar o meu celular. Ele ficou elétrico. Eu queria dormir porque no outro dia eu tinha aula. Eu queria ir embora e ele não deixava”, relembrou Melissa.

Ela contou que Bretz a empurrou várias vezes, prendeu a cabeça dela entre as pernas dele, pegou um vidro de soro fisiológico e virou no rosto dela.

A vítima disse que o porteiro chamou a polícia e uma ambulância para socorrê-la. Depois de medicada, no mesmo dia, à tarde, Melissa voltou ao apartamento de Bretz para buscar objetos pessoais. Ela estava acompanhada de dois policiais. O rapaz estava dormindo e recebeu voz de prisão.

Nas fotos divulgadas pela rede social, Melissa aparece machucada, com hematomas no olho esquerdo, na testa e no nariz. Em uma postagem no Instagram, a moça desabafou: “Sabe como temos um lado do nosso rosto que geralmente gostamos mais? Eu gosto do meu lado esquerdo, infelizmente o lado que foi mais marcado pela violência”.

O Ministério das Relações Exteriores afirmou, em nota, que a rede consular da pasta está averiguando o caso, mas não vai divulgar andamentos do processo para não ferir a confidencialidade dos envolvidos. Procurada, a família de Bretz, dona de uma das maiores redes de supermercados de Minas Gerais, ainda não se pronunciou sobre o assunto.

Trauma

Melissa se mostrou nas redes sociais uma pessoa traumatizada e ao mesmo tempo fortalecida com a agressão. Segundo um depoimento postado em sua conta no Instagram, a mineira, que faz faculdade nos Estados Unidos desde 2015, agradece o apoio das pessoas. “Eu ainda não estava pronta para mostrar minha cara aqui no Instagram, pra postar um vídeo mostrando meu estado, mas eu queria muito agradecer. Eu não tenho como agradecer todas as mulheres e os homens que têm me mandado mensagem, me mostrando apoio, amor e entendimento (…) é muito bom saber que vocês entendem a realidade”.

Ainda segundo o G1, a jovem teria afirmado que o relacionamento tinha apenas três meses e Bretz já se mostrava ciumento e agressivo, sempre tentando pegar o celular dela para vigiar suas ações. Em um áudio de uma das brigas, ele a chama de burra e diz que ela “não aceita que o homem tem mais dominância (…) você é uma mulher, véi, tem que aceitar isso”.

Melissa também teria contado ao G1 que vai voltar a Belo Horizonte porque tem medo do que o ex-namorado pode fazer agora que está solto. A jovem, que se formaria na faculdade no fim do ano, terá que trancar o semestre.

.

 

Fonte: Com informações Estadão Conteúdo

.

 

Homem que espancou namorada nos EUA é solto e mineira diz ter medo de nova agressão

Foto: Reprodução

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Real Time Web Analytics