Grávidas ficam sem atendimento em posto de saúde em Divinópolis

Postado em 12/10/2018 20:18

Mulheres grávidas estão sem atendimento médico no posto de saúde no bairro Ipiranga, em Divinópolis.

Na última semana, dezenas de pacientes que tinham consultas previamente agendadas foram surpreendidas com a suspensão dos atendimentos.

A unidade entrou em contato com as pacientes alegando insuficiência de médicos.

As grávidas que são atendidas através do SUS foram remanejadas para outros postos de saúde ao longo da cidade. No entanto, a demora na fila de espera é preocupante para as gestantes.

Às vésperas do meu retorno, fui surpreendida com o remanejamento da data da minha consulta. Protelaram o atendimento em duas semanas. Minha gravidez tem sido delicada e temo pela saúde de meu bebê.  Fui obrigada a conseguir empréstimos com parentes para realizar uma consulta particular“, afirma uma das grávidas, que não quis se identificar nominalmente.

As autoridades alegam que imprevistos acontecem, mas a administração pública deve estar preparada para isso. Minha esposa está grávida no começo da gestação e nos sentimos desrespeitados no não cumprimento das datas. Semanas de atraso podem ser decisivas para detectar e solucionar eventuais problemas de saúde com o feto“, afirma o mestre de obras Alexandre Gomes, de 37 anos.

Prefeitura

A responsabilidade no processo do atendimento do SUS à mulheres grávidas é da Prefeitura de Divinópolis.

A assessoria de comunicação informou que a falta de profissionais ocorre porque a médica que atende ao posto de saúde precisou se ausentar por algumas semanas devido a um problema de saúde.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Real Time Web Analytics