TRE-MG desmente boato sobre voto incompleto ou parcial

Postado em 02/10/2018 14:38

A Justiça Eleitoral divulgou um alerta sobre uma mensagem que tem circulado pelo Whatsapp relacionada ao voto parcial ou incompleto. A mensagem cita a anulação de voto em caso de escolha de candidato para apenas um cargo. Segundo o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TRE-MG), os eleitores devem votar em todos os cargos, ainda que anule ou votem em branco. “Não existe a figura do voto parcial”, afirmou o TRE. 

A Justiça Eleitoral deu exemplos para ilustrar que a informação não procedia. Um deles é para o caso da pessoa passar mal e o eleitor votado apenas no primeiro cargo (deputado federal), o voto registrado será contabilizado e os demais que ele não registrar serão considerados nulos. A tecla “confirma” efetiva o registro de cada o escolha feita pelo eleitor, para voto válido, nulo ou branco.

O TRE-MG ainda citou casos muito raros, nos quais uma urna pode travar. Nessa situação, o voto do eleitor que estava no meio do procedimento é reiniciado.

TRE-MG desmente boato sobre voto incompleto ou parcial

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Real Time Web Analytics