Supermercados ignoram a crise e abrem 8.000 vagas – ABC e BH também tem novas lojas

Postado em 30/07/2015 15:55

Reportagem de Queila Ariadne do jornal “O Tempo”

 

Em meio a indicadores econômicos preocupantes, nem tudo é desemprego. O setor supermercadista vai abrir 8.000 vagas no Estado, até o fim deste ano. Muitas delas já foram até abertas, com recentes inaugurações. Segundo a Associação Mineira de Supermercados (Amis), de janeiro a julho foram investidos R$ 175 milhões em 40 novas lojas que abriram 4.500 postos de trabalho. Até dezembro serão mais R$ 125 milhões, em outras 30 unidades, com mais 3.500 vagas. “Encerramos o ano passado com 166 mil trabalhadores e, neste ano, devemos encerrar com 174 mil”, afirma o superintendente da Amis, Adilson Rodrigues.

 

Hoje mesmo, o Super Nosso vai reinaugurar oficialmente as quatro unidades da padaria Morini, adquiridas pelo grupo há dois meses. “São lojas com um novo conceito, o ‘Momento Super Nosso’, onde os clientes encontrarão produtos selecionados e opções de padaria e também lanches e refeições rápidas como uma salada e um suco natural”, destaca a diretora de planejamento, pesquisa e desenvolvimento da rede, Rafaela Nejm.

 

Até dezembro, além da reformulação de um unidade no bairro Castelo, região da Pampulha, o Super Nosso vai inaugurar mais quatro lojas que, sozinhas, vão gerar 200 empregos. O investimento é estimado em R$ 8 milhões.

 

O diretor de marketing da rede Epa Roberto Gosende anuncia uma inauguração para semana que vem, em Ouro Branco, e outra dentro de 15 dias, em Itabirito, região Central. Segundo ele, até o fim deste ano serão 15 lojas, somando investimentos de R$ 30 milhões e 1.800 postos de trabalho.

 

No dia 6 de agosto, o grupo Supermercados BH vai inaugurar mais uma unidade em Paraopeba, região Central. De acordo com a gerência de marketing, de janeiro a julho já foram reformadas duas lojas e inauguradas quatro. Uma delas, aberta no começo de julho no Center Minas – região Nordeste da capital –, tirou o repositor Roberto Oliveira da condição de desempregado. “Perdi o emprego em março e essa oportunidade veio em boa hora, pois as contas já estavam acumulando”, afirma Oliveira.

 

Até o fim do ano serão mais cinco inaugurações da rede Supermercados BH, totalizando 11 unidades em 2015, com investimento estimado em R$ 15 milhões e cerca de 800 empregos.

 

Em relação a 2014, o total de investimentos do setor caiu 13,3%. “A queda tem a ver com o perfil das lojas que estão sendo abertas, as chamadas de vizinhança. É isso que o consumidor quer, para ganhar tempo”, avalia o superintendente da Amis.

 

Interior do Estado também está recebendo mais lojas

 


As redes de supermercados também estão abrindo novas lojas no interior de Minas Gerais. Em maio deste ano, o grupo Bahamas, que tem sede em Juiz de Fora, inaugurou uma unidade em Uberlândia, no Triângulo Mineiro. Essa foi a terceira loja inaugurada pela rede em 2015 e, até dezembro, outras duas serão abertas.

 

A rede ABC, de Divinópolis, região Centro-Oeste, inaugurou uma unidade neste ano. A expansão do setor também chegou à Zona da Mata. Em junho, a rede Fonte Supermercados, de Leopoldina, abriu uma loja com o conceito “Premium Gourmet”, investindo R$ 12 milhões.

 


Hoje, o setor divulgará o balanço do semestre. A expectativa é fechar o ano com um crescimento de 1,5%.

 

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com