Reajuste na conta de água é adiado para novembro

Postado em 27/06/2020 14:49

O reajuste médio nas contas de água em todo o estado, no valor de 3,04%, estava previsto para 1º de agosto, mas vai valer só a partir de 1º de novembro. A decisão da agência reguladora de serviços de abastecimento de água e de esgotamento sanitário de Minas Gerais (Arsae) leva em conta a pandemia de coronavírus. 

Segundo o diretor-geral da Arsae, Antônio Júnior, a agência entende a situação difícil para todo mundo. “A diretoria colegiada decidiu por bem adiar para 1º de novembro de 3,04%, diga-se de passagem mais baixo da história da Arsae”.

Questionado pela Rádio Itatiaia de Belo Horizonte sobre a necessidade de reajuste em plena pandemia onde a água é essencial para a higienização sanitária e prevenção da covid-19, o diretor-geral justifica. “É importante esclarecer que o reajuste tem que ocorrer anualmente porque tem como principal fator a recomposição inflacionária. Se a Copasa tem um custo para operar e um custo de investimento e a inflação aumenta esses custos, obviamente a tarifa tem que acompanhar. A tarifa é o único a única fonte a fonte exclusiva de recursos para Copasa”.

O reajuste deve atingir cerca de 13 milhões de consumidores no estado.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
error: Este conteúdo é protegido!