Publicidade

Pandemia aquece vendas de materiais de construção em Divinopolis

Postado em 15/08/2020 10:44

As vendas no setor aumentaram tanto que, agora, está sendo enfrentada a escassez de vários produtos, como tijolo, telha, cimento, piso e ferro. Em Divinópolis não é diferente o cimento que no inicio da pandemia era negociado a R$13,00 agora esta na casa dos R$ 20,00. As vendas no setor estão acontecendo.

O “boom” do segmento em plena pandemia se sustenta nas vendas a pessoas físicas, que adquirem os produtos para reformas em suas casas ou ampliação das moradias, o “puxadinho”. É o chamado “consumo formiguinha”, que teve um aumento da ordem de 35% a 45% na pandemia, conforme Theodomiro Diniz, presidente da Câmara da Indústria da Construção da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg).

A curva ascendente do setor é confirmada pelo presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado de Minas Gerais (Sinduscon-MG), Geraldo Linhares. “Apesar da pandemia, tivemos um crescimento nas vendas, principalmente nos meses de junho e julho em relação ao ano de 2019. Estimamos um crescimento entre 10% e 15% para este ano e acreditamos em um quarto trimestre bem ativo”, informa Linhares.

“Ao ficar em casa por causa do coronavirus, as pessoas pararam de gastar com o transporte. Deixaram de comer fora e de ir a shoppings centers. Sobrou mais dinheiro no bolso. E as pessoas passaram a investir em reformas ou ampliações das residências”, analisa Theodomiro Diniz.

Esse impulso também é reconhecido pelo presidente do Sinduscon-MG. “O aumento do consumo de materiais (também) se deve ao ‘coronavoucher’. Foram injetados bilhões na economia e as pessoas, aproveitando a quarentena, fizeram pequenas reformas, o que gerou a procura por materiais de construção, em especial cimento e tijolo”, diz Geraldo Linhares.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!