Publicidade

Empresa tem aval para venda de telha que gera energia solar

Postado em 16/09/2020 12:00

 (Eternit/Divulgação)

A Eternit, fabricante de materiais para construção, obteve certificado do Inmetro para uma telha de concreto capaz de produzir energia. Dessa forma, a empresa já pode comercializar o produto. A cobertura capta energia do sol por meio de células fotovoltaicas aplicadas diretamente sobre ela, substituindo os painéis solares tradicionais.  Cada telha solar, cujo tamanho é de 36,5 cm por 47,5 cm, tem potência de 9,16 watts, o que se reflete em uma capacidade média mensal de produzir 1,15 Quilowatts hora (Kwh) por mês, Desenvolvida no Brasil, a cobertura gera, em média, 1,15 Kwh de energia fotovoltaica por mês. Retorno sobre investimento é de até 5 anos.

As telhas solares serão produzidas na fábrica da Tégula Solar, marca que pertence ao grupo, em Atibaia, interior de São Paulo. A linha de produção já está rodando, mas, no momento, apenas projetos-piloto, de clientes selecionados pela empresa, estão recebendo o material. A expectativa é de que a comercialização para o grande público comece em meados do próximo ano. Para uma residência pequena, são necessárias cerca de 150 telhas; casas de alto padrão devem utilizar até 600 unidades. O restante do telhado pode ser feito com telhas comuns.

A indústria nacional de painéis solares representa muito pouco do total instalado no Brasil — cerca de 3%. A grande maioria dos produtos é importada, especialmente da Ásia, região que concentra a maior parte dos fabricantes. Sozinha, a China responde por 6 em cada 10 painéis instalados no mundo. É o oposto do que acontece em outro setor de energia renovável, o eólico. Nos ventos, a produção nacional responde por cerca de 80% do total instalado no País.

Fonte: Exame

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!