Bradesco estuda fechar 200 agências ainda este ano

Postado em 15/03/2018 17:06

 

Notícia que circula nos principais cadernos do país pode justificar atitude do Banco Bradesco em Divinópolis, quando a gerência da  agência local usou como desculpa uma Lei Municipal para encerrar as atividades da sala de autoatendimento às 18h e mantê-las fechadas durante o final de semana. O Banco voltou atrás após pressão popular, mas ao que tudo indica, a crise interna pode ser um dos fatores motivador da atitude. 

As notícias que saíram nos principais jornais impressos e on line do Brasil e do exterior dão conta de que  o Bradesco está estudando o fechamento de até 200 agências este ano em meio a uma revisão de sua rede de 4.750 pontos de atendimento.

A declaração teria partido do   presidente-executivo do segundo maior banco privado do país, Octavio Lazari. Após a aquisição de 800 agências brasileiras do HSBC Brasil em 2016, por R$ 5,2 bilhões, o Bradesco fechou por volta de 565 agências em 2017.

O novo presidente  afirmou que o Bradesco está concentrado em expandir serviços digitais não apenas por meio do banco online Next, lançado no final de outubro e com apelo entre clientes mais jovens, mas também trabalhando conjuntamente com startups de tecnologia financeira, as fintechs.

“Apostamos num Brasil que ia dar certo, mas que infelizmente não deu ainda”, disse o executivo. “Mas não perdemos a crença de que ainda vai dar certo”.O orçamento do Bradesco em 2018 prevê um retorno sobre patrimônio estável com a performance de cerca de 18% do ano passado, que ficou abaixo do nível alcançado pelo Itaú Unibanco.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com