Prefeitura assina TAC para implantar política de controle da população de cães e gatos

Postado em 25/06/2018 16:35

A Prefeitura de Divinópolis assinou Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) sobre a implantação de política pública para controle humanitário da população de cães e gatos em área urbana. O termo, assinado em 19 de junho, reforça as ações já praticadas no Centro de Referência de Vigilância em Saúde Ambiental (Crevisa).

De acordo com a diretoria de Vigilância em Saúde, o TAC regulariza várias ações e completa os trabalhos já desenvolvidos pelo Crevisa como a castração. O termo prevê castração cirúrgica e gratuita de pelo menos 280 cães e 56 gatos por mês. Têm prioridade os animais de rua indicados por protetores e de famílias de baixa renda. “Já estamos ampliando a quantidade de castrações e, nos próximos meses, vamos atingir as 350 castrações mensais”, explicou a diretora da Vigilância em Saúde, Janice Oliveira.

Dentre as ações por implementar nos próximos meses, estão a realização de campanhas de educação ambiental; a promoção de eventos de adoção de animais abandonados; implantação do serviço de registro e de controle de animais em área urbana; denúncias de maus tratos e fiscalização de pessoas físicas e jurídicas que comercializam cães e gatos. Serão colocados para adoção os animais recolhidos pelo Crevisa.

“Nós estamos adequando os trabalhos para realizar esses novos serviços; com a castração, já temos um grande controle dos animais, que deverá ser intensificado nos próximos meses”, ressaltou.

Os servidores do Crevisa recebem treinamentos por meio de parceria com a Universidade Federal de São João Del Rey (UFSJ). De acordo com a diretora, o último módulo foi sobre leishmaniose, e o próximo será sobre biosegurança. Nos próximos meses, mais servidores deverão ser capacitados.

O controle populacional de cães e gatos é realizado por meio da castração. Os animais que são recolhidos para castração e não apresentam doenças, por exemplo, leishmaniose, são devolvidos ao local de origem. “É importante ressaltar que o Crevisa nunca usou extermínio ou realizou eutanásia para controle da população de cães e gatos. Sempre utilizamos os métodos regulados pela legislação”, afirmou a diretora.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com