Publicidade

PC dará coletiva nesta segunda para detalhes do caso Edson Carlos

Postado em 27/09/2021 9:07

Assim que acionada, na noite do último sábado (25/09), a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) instaurou inquérito para investigar as circunstâncias e dinâmica do crime que vitimou o segurança de 42 anos, Edson Carlos Ribeiro, na cidade de Divinópolis, no Parque de Exposições, durante um evento.

Segundo a assessoria da Polícia Civil, o conduzido, de 32 anos, teve a prisão em flagrante ratificada e foi encaminhado ao sistema prisional. Ainda segundo a Polícia Civil, haverá na manhã desta segunda-feira (27/09), às 09h30, coletiva de imprensa, para dá detalhes sobre o caso, por meio dos delegados Flávio Tadeu Destro, Cleovaldo Marcos Pereira e Renato Alves da Fonseca. A qualquer momento detalhes dessa coletiva de imprensa. 

Relembre o caso:

Advertisement

O segurança Edson Carlos Ribeiro, de 42 anos, foi morto na noite de sábado, por volta de 23h40, em um evento, no Parque de Exposições, em Divinópolis. De acordo com informações, da Polícia Militar, testemunhas, incluindo o organizador do evento, relataram que o acusado de 32 anos deu um golpe, com o uso de um soco inglês, que causou a morte do segurança. O motivo segundo a Polícia Militar, foi um desentendimento entre os dois, pelo fato do acusado querer entrar em uma área restrita do evento sendo impedido pelo segurança, mas anteriormente ele já teria sido advertindo por urinar em um local público. Várias testemunhas já foram ouvidas. O organizador da festa, que é uma dessas testemunhas, disse que o acusado sempre deu problemas em festas.

Vale ressaltar que o Samu e o Corpo de Bombeiros também estiveram no local, eles foram acionados para prestarem o atendimento ao segurança, após a agressão, chegaram a realizar manobras de ressuscitação, porém o segurança não resistiu e veio a óbito.

Edson Carlos tinha 42 anos e era bastante conhecido na cidade de Divinópolis e em Lamounier/Itapecerica. Segundo relatos de pessoas que o conhecia, Edson Carlos era querido, honesto, pai de família, e trabalhador. Em contato na manhã de domingo com familiares de Edson, a reportagem do Sistema MPA de Comunicação, foi informada que Edson nasceu em Lamounier/Itapecerica, mas morava em Divinópolis. Ele tinha somente uma irmã, trabalhava há 20 anos na São Cristóvão, e também como segurança em alguns eventos do município. O velório aconteceu na Praça Eliseu Zica, no bairro São José, em Divinópolis, às 12h30. O sepultamento ocorreu em Lamounier/ Itapecerica. 

Amigos de Edson deixam mensagens nas redes sociais de força aos familiares e clamam por Justiça. Ontem, também houve protesto, por parte do Movimento Unificado Negro de Divinópolis (Mundi). Hoje, haverá outro protesto em frente a delegacia, às 13h. A reportagem entrou em contato com a família do acusado, mas a família não quis se pronunciar sobre o caso.

 

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade