Imagens e video do desvio do Rio Itapecerica para abastecer a antiga usina de energia ao lado da ponte do Niterói, neste sábado (08) - Portal MPA

Publicidade

Imagens e video do desvio do Rio Itapecerica para abastecer a antiga usina de energia ao lado da ponte do Niterói, neste sábado (08)

Postado em 08/01/2022 14:16

Imagens e video do desvio do Rio Itapecerica para abastecer a antiga usina de energia ao lado da ponte do Niterói, neste sábado (08)

A historia da usina 

Usina hidrelétrica para atender as estradas de ferro

A implantação das oficinas da EFOM e a construção da Vila Operária, no bairro Esplanada, destinada aos ferroviários, exigiram a construção de uma nova usina hidrelétrica, já que a concessionária local não conseguiria suprir suas demandas de energia. A nova usina teve suas obras iniciadas em 1911, concluídas em 1914 e inauguradas em julho de 1918, com a presença do ministro da Viação Miguel Calmon, que, em 1910, juntamente com os ministros Pedro Toledo, da Agricultura, e Francisco Sales, da Fazenda, vistoriou e aprovou a “Cachoeira Grande”, na entrada do bairro Niterói, para receber o projeto.

A casa de força da usina era dotada de três geradores importados da Suíça e Alemanha, com potência total de 840 KVA. A rede elétrica que conduzia a energia produzida era de três quilômetros.

As telhas do prédio foram fabricadas em Marselha, França. Depois de servir à EFOM, à Rede Mineira de Viação, à Viação Férrea Centro-Oeste e à Rede Ferroviária Federal S.A., durante mais de sete décadas, como também por um período menor ao sistema de bombeamento de água do Porto Velho, a Usina Hidrelétrica foi desativada em março de 1981 e, em dezembro de 1985, foi adquirida pela Prefeitura Municipal de Divinópolis, tendo sido tombada em 15 de dezembro de 1988 pela lei n. º 2.458. Em maio de 2003, o Município firmou contrato de concessão junto à iniciativa privada para operação e exploração da usina, com vistas à geração de energia elétrica.