Forças de segurança de Minas lançam Operação Maio Amarelo; confira ações em Divinópolis - Portal MPA

Publicidade

Forças de segurança de Minas lançam Operação Maio Amarelo; confira ações em Divinópolis

Postado em 04/05/2022 11:35
Publicidade

Forças de segurança de Minas lançam Operação Integrada Maio Amarelo

Forças de segurança de Minas lançam Operação Integrada Maio Amarelo

As forças de segurança pública do estado e demais instituições lançaram, na terça-feira (3/5), a Operação Integrada Maio Amarelo, que este ano traz o tema “Juntos salvamos vidas”. O briefing da operação foi realizado na Cidade Administrativa, na capital mineira, e reuniu integrantes das forças de segurança para a saída simbólica das viaturas e demais estruturas, como a carreta do Centro Integrado de Comando e Controle. Ao longo do mês, as corporações e as instituições mineiras realizarão diversas ações em todo o estado para alertar a população sobre os impactos dos acidentes de trânsito, instruindo-a sobre a forma de evitá-los.

 

Integram os trabalhos conjuntos, coordenados pela Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), a Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG), a Polícia Penal de Minas Gerais (PPMG), o Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG), a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a Empresa de Transporte e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans), a Guarda Municipal, o Departamento de Estradas e Rodagem (DER) e o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT).

Os profissionais marcarão presença em bares, restaurantes, escolas, praças, ruas e rodovias, com diversos trabalhos de conscientização; prestarão orientações a motociclistas, com distribuição de antenas, para que possam evitar acidentes com cerol; fortalecerão as operações repressivas – haverá blitz integrada da Lei Seca semanalmente; e promoverão caminhadas com a mobilização de doação de sangue para o Hemominas, focando no atendimento das vítimas de trânsito, por exemplo.

O secretário da Sejusp, Rogério Greco, afirma que as forças de segurança estão unidas para salvar vidas. “A conscientização junto à população sobre os cuidados no trânsito é primordial. Nosso principal objetivo não é punir, mas sim evitar que a população corra riscos por conta de descuido ou imprudência. Todos precisam fazer a sua parte. Esta é uma campanha mundial e Minas está à frente, integrando todas as forças de segurança e órgãos relativos ao trânsito, para que possamos reduzir o número de acidentes e salvar vidas”.

“Se uma pessoa deixar de ser vítima de acidente, já fez sentido o nosso trabalho. Esta é uma campanha internacional que visa conscientizar tanto as instituições quanto a população com relação a sua atuação no trânsito. O nosso objetivo é salvar vidas”, disse o comandante-geral da Polícia Militar, Cel Rodrigo Souza Rodrigues, presente no lançamento.

Diante de crimes relativos a condutores de veículos, a população conta com os trabalhos de investigação da PCMG, que atua na elucidação dos casos, além da educação de trânsito. “Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), estima-se que 90% dos acidentes são causados por falha humana, ou seja, podem ser evitados com mudanças de atitudes. São muitas vidas perdidas, pessoas com sequelas e famílias impactadas pelo desrespeito à legislação de trânsito e pela falta de atenção”, observou o chefe da Polícia Civil de Minas Gerais, delegado-geral Joaquim Francisco Neto e Silva.

Na prestação de socorro às vítimas, em 2021, o Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais atendeu cerca de 25 mil ocorrências relacionadas a acidentes de trânsito em todo o estado. Número que se torna ainda mais alarmante quando analisado no âmbito nacional e que carece de atenção e de ações contundentes por parte das entidades envolvidas. “A campanha Maio Amarelo tem se mostrado eficaz neste contexto de conscientizar e fomentar a cultura da prevenção de acidentes de trânsito há quase uma década. É preciso incutir nos condutores o senso de responsabilidade e de valorização à vida e lembrar que as estatísticas não são apenas números, mas denunciam sonhos que foram interrompidos e ausências que sempre causarão dor”, lembra o comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais, Coronel Edgar Estevo.

Divinópolis sediou a cerimônia de abertura do Movimento Maio Amarelo

No dia 29 de Abril foi realizada a cerimônia de abertura do movimento “Maio Amarelo” em Divinópolis. A campanha deste ano tem o tema: “Juntos salvamos vidas”. Esta é a primeira vez que Divinópolis é convidada a realizar esta solenidade diante de seu destaque estadual em ações para a educação no trânsito. O evento aconteceu no auditório da Faculdade Pitágoras e contou com a presença de autoridades de Divinópolis e região.

O secretário Nacional de Trânsito, Frederico de Moura Carneiro, participou da abertura do evento de forma remota e destacou o tema e as ações da campanha Maio Amarelo 2022. “A Secretaria Nacional abraça esse movimento, que vem a somar às ações em prol da segurança do trânsito. ‘Juntos salvamos vidas’ é o tema da campanha de 2022 e a união de todos os esforços juntos hoje em Divinópolis, certamente ajudará a salvar muitas vidas em toda a região. Em todo o país acontecerão muitas noites, palestras e seminários sobre a segurança no trânsito sempre alinhadas a participação de importantes agentes do trânsito como caminhoneiros, motoristas, ciclistas e vários outros”, destacou.

O presidente do Observatório Nacional de Segurança Viária, José Aurélio Ramalho, também participou de forma remota e falou sobre a participação de Divinópolis no movimento por um trânsito mais seguro. “A participação de Divinópolis em projetos e campanhas como Laço Amarelo, Maio Amarelo e Educa Trânsito, demonstram o quanto a cidade está alinhada com a campanha e a sua importância para a região. Agradecemos ao secretário Lucas Estevam e toda equipe pelo engajamento no movimento do Laço Amarelo, graças a importantes apoios como este, temos hoje o primeiro braço do Observatório em Minas Gerais. O Maio Amarelo está presente em 30 países e Divinópolis sai na frente dando o pontapé inicial nas ações, fazendo uma grande liderança em todo o estado”, afirmou.

O secretário de Trânsito de Divinópolis, Lucas Estevam, agradeceu a escolha de Divinópolis para a abertura do evento e deixou uma mensagem importante sobre a segurança no trânsito. “Para nós é uma grande honra o Observatório ter escolhido Divinópolis para este momento. A cada ano vemos que este movimento está crescendo. É muito bom contar com todas as autoridades e parceiros presentes hoje neste evento, que apoiam esse movimento e as ações da Settrans. É um papel muito difícil conscientizar os motoristas para um trânsito mais seguro. É muito mais fácil colocar a culpa no outro, ou no serviço público do que assumir os próprios erros no trânsito, mas queremos que isso mude e para isso que as campanhas como o Maio Amarelo existem. Quanto mais próximos estivermos juntos pelas ações educativas, mais vidas salvaremos”, reforçou.

O chefe do departamento de Polícia Civil, Flávio Destro, falou sobre as ações relacionadas ao trânsito exercidas pela instituição que representa e sobre as campanhas educativas. “Fico muito feliz em ver como o município se envolve nas ações de segurança no trânsito. A Polícia Civil se envolve nas ações do trânsito deste a habilitação de motoristas, formação de condutores, campanhas educativas e também em relação à repressão dos crimes no trânsito. Mas é muito melhor educarmos um motorista do que termos que agir nos crimes cometidos no trânsito, principalmente por imprudência como embriaguez ao volante. Parabéns à Settrans e ao Observatório, que esse evento faça com que as pessoas se conscientizem sobre o papel de cada um no trânsito e que possamos nos envolver com essa causa durante todo o ano. Importante que cada um inicie mudando seus próprios hábitos”, lembrou.

Maurício Portella, coordenador da Divisão Minas Gerais do ONSV, reforçou o tema da campanha e a importância de comprometimento de todos pela causa. “ O tema ‘Juntos salvamos vidas’, tem que ser juntos e unidos de verdade. Divinópolis é uma inspiração que nos motiva a permanecer e continuar nesse propósito de buscar cada vez mais a segurança no trânsito. Precisamos estar todos unidos por esta causa, de verdade. Que todas as ações possam estar demonstradas nas estatísticas de reduções de índices de acidentes no trânsito. Não adianta cobrarmos da Prefeitura, cujas ações preventivas são muito bem executadas em Divinópolis, se nós mesmos não mudarmos nossa postura no trânsito. A prática dos valores no trânsito tem que ser ensinada desde crianças. Todos nós queremos segurança no trânsito, mas mais do que isso, precisamos de compromisso, comprometimento e engajamento. Nós que somos agentes políticos temos que refletir: o que fazemos além daquilo que a lei nos propõe?”, finalizou.

Mesa de Debates

Após a solenidade de abertura, teve início uma mesa redonda para discutir o tema: “Que trânsito queremos para Divinópolis?”. Cada uma das autoridades falou sobre questões relacionadas ao trânsito pelo olhar da instituição que representam.

Fizeram parte do debate: o secretário de Trânsito, Lucas Estevam; o delegado da Polícia Civil, Anderson Vicente de Sousa; o subcomandante do 23º Batalhão da Polícia Militar, Major Marco Paulo de Oliveira Gontijo; o secretário de Saúde, Alan Rodrigo da Silva; a diretora-presidente do Complexo de Saúde São João de Deus, Elis Regina Guimarães; o capitão do 10º Batalhão do Corpo de Bombeiros, Ricardo Augusto Ferreira Quadro;  o secretário executivo do Samu, José Márcio Zanardi; a gerente de Políticas Educacionais da Secretaria de Educação, Ana Paula Cândida Faria; a coordenadora do Curso de Medicina da UFSJ, Andressa Vinha Zanúncio e o observador certificado pelo ONSV, Ronaro Ferreira.

Relembre reportagem:

Divinópolis sediou a cerimônia de abertura do Movimento Maio Amarelo

 

Fotos: Tiago Ciccarini/Ascom Sejusp/MPA

Texto: Ascom Sejusp

 

Publicidade