fbpx
Pular para o conteúdo
  • Home
  • Divinópolis
  • Divinópolis teve quase 260 casos confirmados de dengue nos primeiros 19 dias do ano

Divinópolis teve quase 260 casos confirmados de dengue nos primeiros 19 dias do ano

Image

Apenas nos primeiros 19 dias do ano, foram confirmados quase 260 casos de Dengue em Divinópolis, conforme os dados epidemiológicos do município. Ainda o Levantamento Rápido de Infestação do Aedes aegypti (LIRAa), que mostra a porcentagem de imóveis com a presença do mosquito, no qual apresentou que Divinópolis está em estado de alerta para casos da doença, “com alto risco de epidemia”, segundo parâmetro técnico do Ministério da Saúde.

Por isso a volta do fumacê (sempre seguindo o que preconiza o Ministério da Saúde). As vistorias domiciliares para o tratamento focal no combate as arboviroses; atividades de manejo ambiental e mutirões de limpeza; descarte adequado de pneus inutilizados; vedação de caixas d’água; atendimento e fiscalização a denúncias e trabalhos de educação e mobilização em saúde em escolas, unidades de saúde, igrejas, eventos diversos e outros.

Em 2023, Divinópolis teve 8.556 casos confirmados de dengue, além de 158 de Chikungunya, com 13 óbitos em investigação, 8 confirmados, sendo 5 por dengue e 3 por Chikungunya. Neste ano, apenas nos primeiros 19 dias de janeiro, já foram 259 casos de dengue confirmados e 1 de Chikungunya.

O primeiro LIRAa de 2024 apresentou que 91% dos focos foram encontrados em residências e 9% em lotes vagos. Ainda segundo o levantamento, dos reservatórios predominantes, 39,6% dos focos estavam em recipientes passíveis de remoção (plásticos, latas, garrafas e pneus); 38,7% em depósitos móveis (bebedouros de animais, pratos e vasos de plantas); 9,2% em locais de armazenamento de água para consumo humano (caixa d’água, tanques, poços, tambores e manilhas); 11,7% em depósitos fixos (ralos, caixa de passagem, sanitários em desuso e fonte ornamentais) e 0,8% em depósitos naturais (bromélias e ocos de árvores).

Confira as ações realizadas pela Vigilância em Saúde Ambiental no ano de 2023:

• Foram realizadas vistorias pelos agentes de combate às endemias para tratamento no programa de controle das arboviroses = 461.167 visitas em imóveis;

• Trabalho UVB costal (fumacê como bomba costal) = 15.007 imóveis sendo em 882 quarteirões e 54 bairros.

• Trabalho de Bloqueio com termonebulizador (fumacê acoplado em veículo) = 8.199 quarteirões.

• Vistorias em P.E (Pontos Estratégicos), são imóveis com grandes números de reservatórios; vistoriados a cada 15 dias = 1.192 imóveis vistoriados.

• Vedação de caixas d’água com telas = 777.

• Arrastões e mutirões de limpeza realizados em todos os bairros do município, no total, foram recolhidos 297.720 Kg de reservatórios (possíveis criadouros) e 123.106 Kg de pneus recolhido destinados ao eco ponto.

• Atendimento de solicitações de denúncias (vistas e denúncias sobre arboviroses) = 717 atendidas.

• Atividades educativas e distribuição de materiais educativos (palestras, teatro, panfletagem educativa, mostra educativa) = 188 ações.

A Prefeitura pede a colaboração de todos os cidadãos. Mesmo com todas as ações realizadas pelas equipes da Vigilância Ambiental, a dengue só pode ser vencida com o total apoio da população. Para notificar e denunciar sobre os locais que possuem focos e reservatório do mosquito, basta ligar no número (37) 3229-6823.