Desconto no diesel ainda não é o total prometido pelo Governo

Postado em 06/06/2018 18:03

O protesto dos caminhoneiros, que entre as reivindicações pedia a redução do óleo diesel parece ter surtido efeito, porém, o desconto de  46 centavos ainda não foi totalmente repassado aos proprietários dos postos. Muitos deles, fixaram uma portaria do Ministério Público, explicando a situação de abastecimento.

A movimentação de carretas e caminhões para abastecer óleo diesel era grande em um posto, às margens da MG-050, em Divinópolis. Após o anúncio de redução do óleo, uma das pautas de reivindicações dos caminhoneiros, a situação encontrada nos postos ainda não representa a redução total proposta inicialmente. Em um posto no bairro xavante, o litro do diesel era vendido a R$ 3,79. Hoje o litro  sai a R$ 3,45.

Ministério Público expediu a determinação de que os postos baixem os preços, à medida que os descontos forem obtidos. (FOTO: Reprodução/TV Candidés)

O governo propôs zerar a CIDE (Contribuições de Intervenção no Domínio Econômico). E reduzir o imposto PIS-Cofins, totalizando 46 centavos de desconto no óleo diesel. Entretanto, o desconto obtido pelos fornecedores, nas refinarias, chegou a 35 centavos. O proprietário de um posto apresentou a nota fiscal e está repassando o desconto, conforme determinação do Ministério Público.

Em todas as bombas, estão fixadas uma portaria do Ministério Público onde fala sobre esse desconto. No artigo primeiro, fica claro que a redução nas refinarias deverá imediatamente ser repassada aos consumidores pelos postos revendedores de combustíveis.

 

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com