Deputados se reúnem com governador e cobram nomeações de indicados. Veja quem será situação e oposição

Postado em 14/02/2019 8:11

A primeira reunião do governador Romeu Zema, na manhã de quarta-feira (13), foi para receber os deputados da base de governo. Entre eles com posição já definida estavam os dois parlamentares da região, Cleitinho Azevedo (PPS) e Fabio Avelar (Avante). Os dois partidos estão bloco de situação dentro da Assembleia Legislativa de Minas Gerais.

Na pauta dos parlamentares da ALMG estava a cobrança ao Executivo na participação das indicações de ocupantes de cargos comissionados, o atendimento dos pedidos pelos secretários e o direito de aparecer nos eventos do governo nas regiões em que os parlamentares são votados. Apesar do discurso da campanha de aversão à política tradicional, os aliados ouviram um “sim” de Zema.

Ação dos deputados estaduais repete o movimento feito no dia anterior pelos deputados federais. “Tratamos da questão da escolha dos superintendentes regionais de ensino e das gerências de saúde, do modo como será feito. Elas passarão por processo seletivo, mas também terão a participação efetiva dos deputados de cada região”, explicou o líder do governo Gustavo Valadares (PSDB).

Repasse aos municípios

No encontro, o governador falou mais uma vez da crise financeira do estado e disse estar disposto a cortar gastos. Zema também anunciou aos deputados estaduais que vai derrubar o decreto do ex-governador Fernando Pimentel (PT) que instituiu uma comissão de gestão do fluxo financeiro do estado. Para os prefeitos, esse foi o meio pelo qual o Executivo passou a reter os repasses de ICMS e IPVA dos municípios.

Formação de bancadas

Nesta semana durante Reunião Ordinária no Plenário da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), foi dado sequência à composição dos blocos parlamentares e também da liderança do governo no Parlamento.

O bloco independente formado por MDB, PV, PRB, PDT, Pode e DC será chamado “Minas Tem História” e terá como líder o deputado Sávio Souza Cruz (MDB). O parlamentar indicou como vice-líderes os deputados Douglas Melo (MDB), Neilando Pimenta (Pode) e Glaycon Franco (PV).

O deputado André Quintão (PT) também comunicou sua indicação para a liderança do bloco de oposição ao governo Romeu Zema (Novo), que será chamado “Democracia e Luta”. Além do PT, o bloco tem PR, Rede, Psol, Pros e PCdoB.

Já o bloco de apoio ao governador Romeu Zema será o maior deles com 21 membros, e terá o nome “Sou Minas Gerais”. Ele é composto pelos partidos Novo, PSDB, PPS, PP, PSC, Avante, PSB, SD e PHS, e será liderado pelo deputado Gustavo Valadares (PSDB).

Outro bloco independente já formalizado anteriormente é o “Liberdade e Progresso” (PSD, PSL, PTB, Patri, PRP e DEM), liderado pelo deputado Cássio Soares (PSD).

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com