Veja quais as escolas estaduais de Divinópolis aderiram a paralisação

Postado em 16/05/2018 8:37

.

Diante do anúncio do Governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, sobre o atraso no pagamento dos servidores da rede estadual neste mês de maio, considerando que o pagamento que seria pago no dia 16 de maio não vai ser pago mais nesse dia e não tem previsão desses servidores receberem esse pagamento, nesse sentido, foi feita uma convocação geral por parte do Sind UTE de Divinópolis, para que servidores da rede estadual fossem até Belo Horizonte nessa quarta-feira (16), em uma paralisação, para lutar segundo a representante do Sind UTE, Catarina Vale, por algo que já estava ruim, que é o pagamento atrasado todo mês, que seria pago hoje a primeira parcela aos servidores; dentre outras reivindicações.

Após a convocação do Sind UTE, e por meio de telefonemas na manhã dessa quarta, as escolas que aderiram esta paralisação, são: E.E. Dona Antônia Valadares, E.E. Henrique Galvão, E.E Dona Diva de Oliveira, E.E. Patronato Bom Pastor, E. E Luiz de Melo Viana Sobrinho a atendente disse hoje pela manhã por telefone que na parte da manhã somente quem está trabalhando é a equipe da secretaria, mas os professores e alunos não. E.E. Manoel Correa Filho aderiu a paralisação, os três turnos pararam segundo a secretária. E.E. Pe. Matias Lobato, segundo o Nelson que foi quem atendeu a reportagem, a escola também aderiu a paralisação.

Já em contato com a E. E Monsenhor Domingos, a secretária disse que esta não aderiu a paralisação. E.E. Joaquim Nabuco também não aderiu a paralisação, está funcionando normalmente. Em contato na manhã dessa quarta por telefone com a E.E. Santo Tomaz de Aquino, ninguém atendeu as ligações. Secretárias de demais escolas também não atenderam as ligações. Mas, a reportagem insistirá nos contatos e assim que tiver um posicionamento divulgará a qualquer momento.

Vale ressaltar que Catarina Vale explicou que houve uma greve por 40 dias, sendo esta suspensa devido a PEC do piso, que ainda está em tramitação, a qual paralisou na comissão de constituição e justiça. Catarina ainda indagou durante entrevista: “Que tribunal de contas é esse que vai rodar outra folha de pagamento alegando que tem salários exorbitantes, nessa altura do campeonato, detectar que tem mais de 180 mil servidores que já morreram recebendo, detectar que na educação a situação está pior,  tendo servidores recebendo até por dez vezes. Vai ainda informar o pagamento do salário do mês de maio”.

.

OUÇA ÁUDIO DA CATARINA VALE JÁ EM BELO HORIZONTE NESTA QUARTA-FEIRA (16):

.

 

 

.

 

RELEMBRE MATÉRIA SOBRE CONVOCAÇÃO PARA ESSA PARALISAÇÃO DESSA QUARTA (16)

.

Sind UTE posiciona sobre paralisação de 16 de maio devido ao atraso no pagamento do salário dos servidores

.

 

 

 

 

 

 

 

 

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com