Publicidade

Sintrodiv se posiciona sobre protesto do transporte coletivo em Divinópolis

Postado em 24/01/2019 10:54

 

A população de Divinópolis deparou na manhã dessa quinta-feira (24), por volta de 8h, com vários ônibus coletivo do Consórcio Transoeste, parados em fileira nas ruas da área central do município.  Algumas pessoas que precisavam trabalhar ou ir em algum determinado local, não conseguiram ter acesso ao transporte.

A princípio, a informação que chegou a redação do Sistema MPA de Comunicação é que o Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Coletivo (Sintrodiv), junto com alguns trabalhadores, realizavam ali, um manifesto, uma vez que são contrários a retirada dos cobradores do transporte coletivo.

CONFIRA POSICIONAMENTO DO SINTRODIV:

A reportagem entrou em contato com o Erivaldo Adami, Presidente do Sintrodiv. De acordo com Erivaldo, o Sindicato e os trabalhadores estão apresentando a insatisfação da atitude que o Consórcio Transoeste vem fazendo com os motoristas, retirando os cobradores das roletas sobrecarregando o motorista. “O Sindicato não concorda com essa situação. Estamos indignados e fazendo esse protesto em prol dos trabalhadores, em prol da população que vai ficar mal servida com o transporte coletivo. E esse protesto é também porque o Prefeito Galileu Machado determinou ao Consórcio que retirasse os cobradores da roleta para reduzir custo para as emprsas, para o Concórcio. Isso é injusto. Vamos fazer esse protesto até o Prefeito e o Consórsio rever essa situação”, afirmou.

Ainda conforme Erivaldo não há muito o que fazer se não for o protesto. “Os protestos vão continuar, não tem muito o que fazer além da manifestação, uma vez que o projeto de retirada dos cobradores por um período, já foi aprovado na Câmara Municipal. A consciência também deve ser do motorista do Consórcio Transoeste de não aceitar trabalhar sem o cobrador. Esta é uma -queda de braço- entre o Sindicato, o trabalhador e o Consórcio Transoeste. O Prefeito está autorizando que retire mais trabalhadores para que a empresas reduza os seus custos e nós não vamos aceitar”, concluiu.

Ouça entrevista com Erivaldo Adami:

.

Consórcio Transoeste:

A reportagem do Sistema MPA de Comunicação imediatamente entrou em contato com o Consórcio Transoeste, mas a atendente explicou que ela ficou sabendo do protesto por meio de um usuário do transporte que a avisou. Segundo ela, a direção iria se posicionar sobre o caso.

Prefeitura:

 

A reportagem aguarda também posicionamento da Prefeitura.

 

 

.

 

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!