Publicidade

Sintram envia nota de repúdio a Prefeitura por falta de pagamento aos servidores

Postado em 18/01/2019 17:32

NOTA DE REPÚDIO 

O Sindicato dos Trabalhadores Municipais de Divinópolis e Região Centro-Oeste (Sintram) vem a público manifestar seu repúdio pela falta de pagamento dos servidores municipais. Há sete dias, a diretoria do Sindicato se encontrou com o prefeito Galileu Machado, ouvindo dele a garantia de que nesta sexta-feira (18), seria completado o pagamento de dezembro, como também garantiu que até o fim de janeiro será quitado o 13º.

A Prefeitura não vai fazer nenhum depósito nesta sexta-feira para os trabalhadores. Mais uma vez, o município argumenta que a culpa é do governo do Estado, que não estaria repassando as verbas para o município.

Não resta dúvida que o governo do Estado tem sido irresponsável com as prefeituras e vem promovendo desde a administração anterior o confisco de recursos que pertencem aos municípios. Entretanto, também não há dúvidas de que as prefeituras que se prepararam para atravessar esse período de crise, com gestões enxutas e administrando com responsabilidade e honestidade o dinheiro público, estão pagando seus servidores rigorosamente em dia.

Ao contrário de agir com o rigor que o momento exige, o prefeito Galileu Machado e a Câmara Municipal agiram irresponsavelmente com a aprovação de uma reforma administrativa que teve como alvo apenas aumentar o salário de uma única servidora, que percebia pouco mais de R$ 5 mil e, agora, tem vencimentos próximos a R$ 12 mil. Além disso, Galileu reconduziu às suas funções todos os ocupantes de cargos comissionados que haviam sido exonerados para viabilizar a implantação da reforma. Ou seja, a reforma foi apenas um jogo de cena para beneficiar uma única servidora, não trazendo nenhum resultado prático, quer seja na economia de recursos para o município, quer seja na melhoria do atendimento ao cidadão.

Vale destacar que o salário tem natureza alimentar, condição que faz ser injustificável qualquer medida que cause algum dano ao servidor ou irregularidade no depósito dos vencimentos. É pertinente apontar que outro princípio constitucional que predomina neste fato em tela é o da isonomia entre os servidores públicos, não existindo nesta condição a classificação que estabeleça algum tipo de prioridade para o pagamento dos salários.

Diante de um quadro sem perspectiva, com o Executivo não mantendo o que é apalavrado e a cada dia arrochando ainda mais os servidores, o Sintram repudia veementemente a atitude do prefeito e sua equipe econômica e pede mais responsabilidade com o trabalhador e com o cidadão. A falta de pagamento não gera transtorno somente para os servidores, tem reflexo direto no atendimento público, no comércio da cidade e praticamente em toda engrenagem que move a cidade.

O Sintram espera, também, que a Câmara Municipal saia de sua zona de conforto e tome atitudes em defesa dos servidores, não ficando apenas nos discursos fisiologistas que não passam a porta do plenário. Que os nobres parlamentares legislem mais em favor das causas coletivas e menos em favor dos interesses pessoais e de grupos políticos.

Por fim, o Sintram, como legítimo representante do servidor público de Divinópolis, aguarda que essa situação seja regularizada com o enxugamento efetivo da máquina pública, nu*ma gestão transparente e eficiente. O funcionalismo está cansado dessa falta de perspectiva e compromisso. Somos nós, servidores, que estamos arcando mensalmente com juros e tantos transtornos devido a esses atrasos, vivenciando mês após mês uma total falta de respeito por parte da administração municipal.

PREFEITURA

A reportagem entrou em contato com a assessoria da Prefeitura e aguarda posicionamento. A qualquer momento mais informações sobre este caso.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!