Secretaria Estadual de Saúde confirma terceira morte por febre maculosa em Divinópolis

Postado em 22/08/2018 8:55

Secretaria Estadual de Saúde (SES-MG) confirmou na terça-feira (21) a terceira morte por febre maculosa em Divinópolis. Segundo a Secretaria, a vítima é um idoso de 63 anos, que morreu no dia 6 de agosto, após apresentar todos os sinais da doença.

O idoso havia frequentado o Parque da Ilha em Divinópolis (local interditado no dia 8 de agosto); após a confirmação de dois casos da doença na cidade. 

RELEMBRE REPORTAGEM DA MORTE DESSE SENHOR DE 63 ANOS

A Secretaria Municipal de Saúde havia confirmado no dia 6 de agosto, mais um caso de suspeita de febre maculosa em Divinópolis. Tratava-se de um idoso de 63 anos. Ele morreu após ter os sintomas característicos da doença. Segundo a família ele e o filho de apenas 7 anos estiveram no Parque da Ilha, um dos pontos de risco da cidade.

O idoso chegou a ser internado, mas o quadro clinico evoluiu rápido e ele veio a óbito. Este é o terceiro caso suspeito investigado pelo município. No começo de julho, uma jovem de 24 anos morreu com suspeita da febre. Também um idoso de 81 anos, com suspeitas de complicação em decorrência da febre maculosa morreu. Na ocasião, familiares encontraram diversos carrapatos no corpo do idoso.

Todas as vitimas tiveram contato com o Parque da Ilha. O local é considerado de alto risco de infestação de carrapatos. O local continua interditado.

 

RELEMBRE REPORTAGENS SOBRE MORTE DA JOVEM DE 24 ANOS E DO IDOSO DE 81 ANOS EM DIVINÓPOLIS

.

Duas mortes confirmadas por febre maculosa em Divinópolis põe município em alerta

 

Febre maculosa: Parque da Ilha está interditado

.

Sobre a febre maculosa:

A febre maculosa brasileira, também conhecida como febre do carrapato, febre maculosa das montanhas rochosas, febre petenquial e tifo transmitido pelo carrapato estrela, é uma infecção causada pela bactéria Rickettsia rickettsii após a picada de um carrapato. Geralmente, a febre maculosa é mais comum durante os meses de junho a outubro, pois é quando os carrapatos estão mais ativos, sendo necessário estar em contato com o carrapato entre 6 a 10 horas.

 

 

Foto: PMD

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com