Sargento Elton renuncia ao cargo de vereador e abandona disputa por Prefeitura

Postado em 20/03/2020 18:43

Por Hugo Serelo

Num gesto inesperado, o vereador Sargento Elton (PATRIOTAS) acaba de divulgar sua renúncia ao cargo de vereador na Câmara de Divinópolis.

Abdicando dos próximos sete meses de reta final em seu mandato, o parlamentar também abre mão de disputar o posto de prefeito de Divinópolis.

Tavares disse sair da política após três anos e três meses de dever cumprido. Elton destacou projetos, denúncias, fiscalizações e atos feitos por ele e sua equipe ao longo do período na Câmara.

Como um dos principais nomes de oposição ao governo Galileu Machado (MDB), Sargento Elton acumulou apoios populares e também desgastes naturais com eleitores de lados variados ao longo do período.

A notícia surpreende até os próprios assessores, que só foram comunicados durante a manhã de hoje (20) sobre a decisão.

Sub-tenente reformado na Polícia Militar de Minas Gerais, Elton Tavares acumula mais de oito mil prisões em seu currículo, sendo um dos militares mais atuantes da história da corporação. Sempre na linha de frente no combate ao crime em Divinópolis, suas ações eram marcadas pela engenhosidade estratégica.

Em 2016, candidatou-se pela primeira vez na política e foi o primeiro policial militar da ativa a ser eleito em Divinópolis. Mesmo após ser oficialmente eleito em outubro daquele ano, seguiu servindo como militar até o último dia do mês de dezembro.

No lugar de Elton, o empresário Carlos Eduardo Magalhães assumirá como vereador.

Elton pretendia fazer uma entrevista coletiva sobre o fato, mas devido aos perigos relacionados ao Coronavírus, emitiu a íntegra da seguinte carta aos divinopolitanos:

 

Boa tarde a todos.

 

Primeiramente, gostaria de me dirigir ao povo de Divinópolis, para agradecer a todos, principalmente aos que me confiaram o seu voto nas urnas, para a função de vereador como também para deputado federal, para comunicar-lhes que:

Por mais de três anos de dedicação diuturna à vida pública, com a consciência tranquila, dormindo o sono dos justos, sempre defendendo o interesse da população, enquanto Vereador, dentre inúmeras reuniões, denúncias, discussões, comissões e projetos, os quais podemos citar com orgulho: a CPI da COPASA, onde investiguei e encontrei graves falhas no cumprimento do contrato, passíveis de caducidade do mesmo (extinção unilateral do contrato), inclusive com direito a indenização em favor do Município, o qual dependia única e exclusivamente do Chefe do Executivo; o Processo de Impeachment do Prefeito, devido a oferta de cargos sem contrapartida do trabalho e outras irregularidades; Projetos de Lei que se tornaram Lei, como a Lei das portas de aço em bancos, sendo inédita, e depois disso, nunca mais houve explosões em caixas eletrônicos de bancos em Divinópolis; a Lei de recolhimento de veículos abandonados, também inédita em todo o país, inclusive com pedidos de cópias para inúmeras cidades pelo Brasil; a Lei do recolhimento do óleo de cozinha utilizado, também inédita com pedido de cópia para várias cidades, sendo que é uma lei de proteção ambiental aos rios, manaciais e córregos; emenda a Lei Orgânica do Município, que determina ao candidato a cumprir os projetos de campanha para não acontecer como o atual prefeito, que prometeu em sua campanha, a construção de 3 UPAs e manipulando o povo divinopolitano; Lei que diminui os pontos de drogas e prostituição na cidade; Lei que reduz a poluição sonora e muitas outras aprovadas, emplacamento de veículos alugados por órgãos públicos municipal em Divinópolis, sendo descumprida pelo prefeito, e mesmo assim  tem o apoio da maioria na câmara.

Ainda, projetos que foram barrados na Casa, como: a redução para menos de 150 metros quadrados, para construção unifamiliar, o que geraria empregos e aqueceria a economia local; a exigência de ficha limpa e curso superior na área para secretários municipais; passe livre aos estudantes carentes e portadores de doença crônica como o câncer e pacientes da hemodiálise, indicação de redução salarial desde de 2017 para os cargos de Prefeito, Vice-Prefeito, Secretários e Vereadores, enfim dentre vários projetos em favor da moralidade do serviço público que foram cerceados na Câmara Municipal e pelo prefeito, tais como uma auditoria na prefeitura, para abrir a caixa preta e descobrir os rombos que nela foram e são causados; conquistas de emendas parlamentares para calçamento de ruas e a prefeitura por desconsideração ao povo não executa o projeto deixando a população à mercê do descaso, principalmente aquela comunidade ribeirinha do bairro Jardim Oliveiras,  em um ato de covardia,  extrapolando qualquer tipo de análise racional de um verdadeiro gestor.  A verba está sendo perdida pois não compactuo com coisas erradas e não voto projetos para beneficiar interesse próprio ou de amigos.  

Durante todo esse tempo de dedicação diuturna, e quase 30 anos dedicados a Polícia Militar, abdiquei do convívio da família, que foi duramente sacrificada com a minha ausência constante em inúmeros momentos, sendo que a família é a base de nossa vida!

 Ainda decepcionado com as falcatruas e irregularidades e pior, as impunidades constantes, sendo que na maioria das vezes, eu e poucos companheiros, éramos as vozes solitárias do deserto, sempre derrotados pela maioria que coadunam com as irregularidades, visando interesses pessoais e preterindo os interesses da população.

Para me dedicar à família, meu maior patrimônio; darei lugar  ao meu suplente Carlos Eduardo, a quem desejo sucesso na missão confiada, pois anuncio a minha renúncia da vida política de Divinópolis.

Mas continuarei atento à vida pública e pronto para denunciar e agir, para desmascarar os politiqueiros que visam apenas interesses pessoais e alimentar o ego doentio.

Peço desculpas ao povo divinopolitano se algumas vezes não atendi às expectativas, mas  fiz o meu melhor, com muita seriedade, honestidade, moral e ética, somados a muito esforço e vontade de melhorar a vida política da cidade.

Anuncio a todos a minha renúncia das atividades políticas do Município de Divinópolis. Sim, estou renunciando a vereança e a pré-candidatura a prefeito ou a vice. Doravante não sou mais Vereador e nem pré-candidato a nenhum cargo público. Faço alerta aos eleitores, que nas próximas eleições, pesquisem a fundo os futuros candidatos, verifiquem antecedentes criminais e processos judiciais, e  não se deixem enganar por promessas mirabolantes e sem fundamentos. Questionem e façam análises, pois, um futuro melhor depende da escolha de cada um de nós.

Minha atuação política foi pautada na honestidade, honra e patriotismo que norteiam meu modo de agir, pensar e conduzir a minha vida, adquiri-os pelos meus antepassados e pela minha carreira como Policial Militar. Ingressei na política para ajudar Divinópolis a desenvolver  e não vê-la sendo destruída como está sendo atualmente, digo a todos que: Combati o bom Combate, guardei a fé, porém  continuarei amando minha cidade, como cidadão Brasileiro e Divinopolitano com muito orgulho.

Força e Honra!

Ordem para progredir!

Dias melhores virão!

 

MUITO OBRIGADO.

 

 

 

 

 

Sargento Elton

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: Este conteúdo é protegido!