Roger Viegas solicita intervenção do MP nas obras da ETE da Copasa

Postado em 20/02/2019 7:49

Na tarde de ontem (19), o vereador Roger Viegas usou a tribuna da Câmara Municipal para relatar sobre os problemas vividos pelos comerciantes do bairro Bom Pastor, devido as obras “inacabáveis” da Copasa na Rua Pitangui.

O parlamentar foi procurado por moradores e comerciantes do local, que relataram não aguentar tanta desordem na região, tantos prejuízos e danos sofridos, devido as obras para construção da ETE da Copasa. Roger citou que os comerciantes do “Planeta Shopping ” gravaram um vídeo relatando os problemas com a lama espalhada no entorno do shopping.

Em relação ao problema, o edil solicitou intervenção do Ministério Público (MP) para que algo seja feito em prol dos lojistas e empresários que trabalham naquela região, pois até mesmo fechamentos de muitos comércios foi cogitado.

No ofício ao MP, Viegas cita que já é sabido que há meses a obra para construção da estação de tratamento de esgoto da Copasa está sendo feita no final da Rua Pitangui e que tem gerado grande transtorno e prejuízo à todos, devido o atraso dessa obra. O que está acontecendo é que, a empresa Artec, empreiteira contratada pela Copasa para realizar o serviço, quando realiza a abertura das valas para passar a tubulação, retira grande quantidade de terra e argila ao abrir essas valas. Com isso, todo o material está sendo depositado, de forma irregular, em um terreno vago ao lado desses estabelecimentos próximos a obra, como por exemplo o Shopping, sem nenhum tipo de controle ou respeito ao meio ambiente. “O que se pode ver no local é uma total falta de respeito com toda a população que por ali passam, que ali trabalham ou que frequentam esses espaços. Pedimos então, que possa ser tomada alguma providência em relação ao fato relatado, pois nossos munícipes não podem pagar pela irresponsabilidade dessas empresas, que não preocupam em momento algum com o bem estar de nossa população”, finaliza Roger.

Além dos danos ao meio ambiente, os lojistas tem reclamado diariamente do pouco movimento no local pela quantidade de problemas causado pela sujeira proveniente da obra, que não tem prazo para acabar e a falta de esperança de resolução. Por isso, Roger encaminhou o pedido ao promotor Alessandro Garcia Silva, Promotor do Meio Ambiente, solicitando ação direta e intervenção do órgão, para dar resposta a população.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com