Publicidade

Prefeitura de Divinópolis inaugura Centro de Atendimento ao Cidadão com economia de R$ 400 mil até 2021

Postado em 11/08/2020 11:36

A Prefeitura de Divinópolis está finalizando a estrutura do Centro de Atendimento ao Cidadão. A economia de recursos públicos pode atingir R$ 400 mil reais até 2021. Este novo ambiente será uma unidade central de realização de serviços na modalidade Atende Fácil. Uma metodologia inovadora no Brasil que consiste em concentra-se em um só local inúmeros tipos de atendimentos e serviços à população.

Este novo Centro de Atendimento contará com todo o amparo para realização dos protocolos da Prefeitura – como assuntos referentes ao IPTU, Procon, Bolsa Família. O local contará também com a área destinada aos fiscais de renda e ao atendimento externo da Secretaria Municipal de Trânsito, Transportes e Segurança Pública (Settrans) – como protocolos de documentos referentes a multas, compra de rotativos, entrada de recurso em determinadas autuações.

A entrega está prevista para o dia 20 de agosto. Já a inauguração para o dia 1° de setembro. A sede será na Getúlio Vargas, quase esquina com Pernambuco, antigo prédio da Justiça do Trabalho. O horário de funcionamento será de 12h às 18h, de segunda a sexta-feira, podendo estar sujeito a mudanças de acordo com as diretrizes estabelecidas no decreto em vigência até a data da inauguração.

O Prefeito de Divinópolis, Galileu Machado, comemora mais uma conquista inovadora em seu mandato. “Nós sempre tivemos a preocupação em saber as principais limitações da população para criar estratégias que tragam benefícios para todos. Era necessário gerar mais economia para nossa cidade, mas, ao menos tempo, proporcionar um lugar de atendimento fácil para garantir os direitos dos cidadãos. Com muito planejamento e estudo, conseguimos tornar isso tudo em realidade”, esclareceu.

 

Estrutura inovadora: facilidades do Centro de Atendimento

Um dos pontos altos do novo ambiente é sua arquitetura totalmente plana, ou seja, fornece total mobilidade para os solicitantes. Além disso, essa estruturação confere facilidade de acesso no local, pois confere rápida locomoção e identificação dos serviços.

Pensando na agilidade do Centro, em sua entrada será instalado uma plataforma de triagem, que consiste na orientação de servidores para as pessoas que necessitam dos atendimentos. Dessa forma, os profissionais direcionam os cidadãos para suas respectivas áreas de espera, onde vão aguardar o chamamento da senha automática.

 

Atendimento diferenciado

Uma enorme facilidade do local é o agendamento através do cronograma geral, isto é, por meio expediente predeterminado da realização dos serviços. Para poder otimizar esse amplo espaço, até mesmo agilizar a vinda ao local, a pessoa deve escolher o dia e a hora em que deseja ser atendida – de acordo com a disponibilidade preexistente. Assim, os cidadãos não perderão tempo em filas.

Outro diferencial do Centro é a instalação de guichês na modalidade Guichê Rápido. Esta forma de atendimento consiste em blocos de atendimento em pé, isto é, não terá cadeiras. As poltronas serão instaladas para o conforto da população nas áreas de espera e com a exceção de quatro guichês planejados para o atendimento preferencial, que possuem lugar para sentar. Esse método já é adotado por grandes empresas de atendimento ao público e influencia significativamente no atendimento rápido.

No primeiro momento, o atendimento será realizado por senha e agendamentos, por ordem de chegada e sistema preferencial. A equipe organizacional estima que nesta primeira fase de funcionamento os agendamentos serão utilizados com mais frequência por escritórios de contabilidade, advocacia, empresariais.

 

 

Economia e benefícios adquiridos com o novo Centro Atendimento

Segundo a Secretaria Municipal de Administração, Raquel Freitas, com a instalação dos atendimentos públicos no Centro de Atendimento, o prédio da Pernambuco entrará na fase final de desativação. A fase consiste na retirada do primeiro, segundo, terceiro, sexto e nono andares. Assim, serão devolvidos mais cinco andares. “Como o primeiro andar é definido como loja e o segundo e terceiro são sobrelojas, o aluguel é mais caro e, consequentemente, sua desativação trará menos gastos ao município. Além disso, não haverá contratação de pessoal, os funcionários serão os mesmos, apenas realocados”, disse.

O processo de locação seguiu modernidades presentes em novos contratos públicos. O imóvel já será entregue com a mobília preparada, de acordo com a necessidade que a Prefeitura apresentou e é indispensável para atender as suas exigências. É um contrato inovador e amplamente usado: locação com mobiliário. Esse tipo de contrato gera ainda mais economia, pois a gestão não terá nenhum gasto com a mobília para o local. Com exceção de cadeiras, pois são itens individuais que não compõem o imóvel.

Raquel explica ainda que a Prefeitura busca parcerias pensando em cortes de gastas. “Há dois anos foi criado um edital de chamamento, disponível no site oficial, onde qualquer empresa ou pessoa física pode fazer doação de bens, novos ou usados, ou serviços. Os gastos pontuais necessários deverão ser sanados através dessas parcerias. Por exemplo, a placa de identificação da fachada será doada”, completa.

É preciso que, além da Sede Administrativa da Prefeitura – localizada na Avenida Paraná, 2777, bairro Belvedere -, é preciso que haja outros pontos de atendimento ao cidadão.

No projeto original, a nova Sede comportaria cinco blocos administrativos, mas há apenas um. É uma área muito ampla e não comporta todos os servidores. Além disso, é preciso que haja uma unidade central para facilitar o acesso à população. Esse ponto estratégico é de extrema necessidade, pois muitas regiões não possuem interligação dos transportes coletivos de forma direta, então em alguns casos é necessário que o cidadão pegue duas conduções.

A mudança foi realizada para muito além de gerar economia, explicou Raquel Freitas, foi necessário agregar ao cidadão um local com mais facilidade de acesso e centralizado em um ambiente plano. “Entretanto, nossa pasta já se planeja para, futuramente, realizar os atendimentos e requisição de serviços da Prefeitura apenas no módulo online e de forma remota. Estamos trabalhando diversos projetos para tornar o atendimento mais tecnológico”, ressaltou.

A economia com alugueis já passa de R$ 6 milhões nos últimos três anos, em relação a gestão passada.

 

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!